Harry Potter livro
Divulgação
 

Ai, ai… uma escola em Nashville, nos Estados Unidos, baniu todos os livros de Harry Potter de sua biblioteca após consultar um exorcista.

De acordo com a escola, os livros contêm “maldições e feitiços de verdade que, quando lidos por um humano, podem conjurar espíritos do mal”. Amados?

A NME informa que Rev Dan Reehil, pastor da igreja St. Edward, mandou um e-mail à instituição falando sobre os “perigos” da série escrita por J.K. Rowling, após conversar com “vários exorcistas” sobre o assunto.

Ele diz:

Esses livros apresentam a magia como o bem e mal, o que não é verdade, mas, de fato, é um engano inteligente. As maldições e feitiços usados nos livros são maldições e feitiços reais; que quando lidas por um ser humano correm o risco de conjurar espíritos malignos na presença da pessoa que lê o texto.

Rebecca Hammel, superintendente responsável pelas escolas católicas de Nashville, declarou:

Eu sei que no processo eles estavam passando e meio que eliminando parte do conteúdo, na esperança de melhorar a circulação. [Os pais pensaram] ser apropriado, esperamos que eles apenas orientem seus filhos e filhas a entenderem o conteúdo pelas lentes da nossa fé. Realmente, não fazemos censura nessas seleções além de garantir que o que colocamos nas bibliotecas de nossas escolas sejam materiais apropriados à idade das salas de aula.

Faz sentido?

     
 
Compartilhar