Moara
Foto - Raquel Reis
 

Finalmente sextou! E, com ele, vocês já sabem, né? Isso mesmo, a nossa lista de Destaques da Semana!

Pois bem, nessa semana está bem recheada, de EPs até clipes com estética VHS. Sempre provando o quanto o âmbito musical do nosso país vai muito bem, obrigada. E para quem não quer deixar de ouvir: muita coisa estará em nossa playlist oficial, logo é só seguir por aqui e já ouvir tudo no player abaixo.

E só reiterando: para quem acompanha a coluna de Lançamentos Nacionais, fiquem tranquilos que ela não irá acabar! Sempre faremos questão de mostrar o que há novo (e bom!) na cena do nosso país, e vocês podem acompanhar na aba de Nacionais do site.

Então, sem mais delongas! Se liga nos destaques:

Moara

Moara
Foto: Raquel Reis

Do começo ao fim? é retrato do questionamento que a cantora e compositora brasiliense Moara percebeu em meio a uma imersão. Usando de forma bem intensa todas essas emoções, ela decidiu transformar essa sensação em mergulho consciente, cuidadoso e honesto nas seis faixas. Com a composição feita em momentos e locais diferentes, o trabalho é minimalista e denso, com letras fáceis de se identificar.

Gravado inteiramente no quarto da artista, o EP conta com a produção, arranjos, mixagem e masterização assinadas por Vitor Ribeiro, irmão da artista, e o amigo Léo Ribeiro, que também assina as produções e arranjos.

Ouça:

Combover

Combover
Foto: Daniely Simões

O trio paulistano Combover lança “Slave to the Like”, primeiro single de seu terceiro disco, Modern Drugs. Em pouco mais de dois minutos de ritmo frenético e batidas marcadas, a música faz uma crítica à dependência de curtidas nas redes sociais tanto por viciados em aplicativos quanto por ‘influenciadores’. Produzido e mixado por Carlos Eduardo Freitas e gravado e masterizado por Aécio de Souza, no Estúdio Aurora, em São Paulo, você pode conferir o single no player abaixo:

Luê

Luê
Foto: Júlia Rodrigues

 

Ao se conectar o Dub e o Reggae à música latina e eletrônica, a artista Luê sai de sua zona de conforto e lança “Virou o zoínho”. Parceria com Mateo (Francisco, el hombre) e Luisa Nascim (Luisa e os Alquimistas), o nome saiu de uma música do Wesley Safadão. “Eu e Mateo ouvimos, adoramos e resolvemos fazer uma versão nossa, e a Luísa entrou pra somar com um poema em espanhol que ela tinha guardado há um tempo.” diz Luê. Com uma batida envolvente, sensual e dançante, a faixa evidencia a importância do prazer mútuo nas relações. Ouça: 

Joana Marte

Joana Marte
Foto: Raquel Sanches

“Egresso” é o ponto de partida do novo momento da banda paraense Joana Marte. Consolidando o amadurecimento musical da banda. A música tem letras do baterista Bruno Azevedo e produção do guitarrista Rubens Guilhon, e conta com elementos da música brasileira que flertam com as influências do psicodélico. O clipe, filmado, dirigido e editado por Adrianna Oliveira, traz uma estética filmada em VHS. Assista:

Kikito

Kikito
Foto: Maria Luiza Lopes

“Retina” é o cartão de visitas do novo momento de Kikito, outro nome paraense nessa lista. O “dark tropical”, gênero que mistura ritmos latinos com sintetizadores densos, é o que predomina no single, que conta com os vocais de Malu Guedelha (o Cinza) e produção de Marcel Barreto.

O clipe, que também foi filmado, dirigido e editado por Adrianna Oliveira, segue o mesmo padrão do trio Joana Marte, com estética dos anos 90. No vídeo, Kikito e Malu se divertem durante um sábado de manhã na Praça da República, em Belém até que uma disputada partida de Uno abala a amizade dos dois.  Assista:

La Leuca

La Leuca
Foto: Divulgação

Consistente e incisivo: duas características que podem definir o disco do quarteto La Leuca, intitulado Dente de Leite. 

O que antes fora um EP, lançado em 2018, hoje o disco cheio traz algo mais aprofundado como um cartão de visita mais completo da banda. A sonoridade é explorada nas guitarras com seus delays, modulações e distorções, que envolvem o público junto com a bateria “quebrada”, e as linhas de baixo “jazzisticas”. Isso contraposto aos vocais suaves e algumas surpresas sonoras, que criam dinâmicas e narrativas que excedem uma simples reprodução do que foi produzido em estúdio, em que novas referências musicais amadurecem suas composições.

Ouça:

Blue Lips

Blue Lips
Foto: Divulgação

Caracterizada pela potência de um vocal repleto de drama e suavidade do sonho, o quarteto Blue Lipe traz o single “Tracy”. Integrante do álbum Dancing by the Cliffa faixa traz uma sonoridade pulsante e, ao mesmo tempo obscura, intercalando momentos fluidos e rasgantes. Esses elementos em conjunto ambientam um cenário de possibilidades e fugas em que versos buscam afugentar a confusão da rotina e do mundo retratado na letra. Ouça: