Foto: Reprodução/Instagram
 

Em 1988, quando Freddie Mercury já havia sido diagnosticado com AIDS (apesar de não revelar ao público) e já não fazia mais aparições em público, uma fã do Queen conseguiu conversar e tirar uma foto com o cantor quando ele saía de sua casa, em Londres, na Inglaterra.

Ela definiu o encontro como emocionante e relembra em especial do olhar do cantor: “olhos bonitos e perturbadores”.

Agora, décadas depois, a conta no Instagram freddiemercuryclub, que homenageia e enaltece o artista, não só conseguiu esse registro, como compartilhou a imagem rara para que todos possam ver e postou o depoimento da fã que descreveu em detalhes como foi essa breve conversa com seu ídolo.

Fã encontra Freddie Mercury

A mulher chamada Helen disse que estava em frente a casa de Freddie com mais dois amigos exatamente no dia 13 de julho de 1988, curiosamente o Dia Mundial do Rock. Ela tinha feito um desenho do cantor junto com Mary Austin, que foi sua esposa na década de 70 e permaneceu sendo sua amiga após a separação, e Montserrat Caballé, uma das maiores sopranos do século XX, e queria entregá-lo.

Coincidiu de neste momento Freddie sair de casa junto justamente com Mary e Peter Straker, um cantor de musiciais e também seu amigo. Ao ser chamado por Helen, o cantor parou e a atendeu.

Enquanto Mary e Peter entraram no carro, o frontman do Queen foi simpático e atencioso com ela. “Eu entreguei o desenho para ele e quase esqueci o que ia dizer quando ele olhou nos meus olhos”, escreveu. “Eram olhos muito mais bonitos e perturbadores do que qualquer foto pode mostrar”, relembra.

Ao ver o desenho emoldurado, Helen conta que Freddie já o mostrou à Mary pelo vidro do carro, que acenou lá de dentro. A foto dos dois juntos veio logo em seguida.

Ela colocou seu braço em volta da cintura de Freddie e pediu autorização para posicionar sua outra mão em seu peito. “Ele ergueu as sobrancelhas escuras e os olhos brilharam de divertimento respondendo que sim na sequência”, conta.

“Eu tentei descrever a maneira como eu me senti escrevendo alguns poemas, mas realmente o sentimento estava além das palavras e além de tudo. Eu estava muito perto de lágrimas”, diz o depoimento.

Os amigos de Helen também tiraram uma foto com o cantor, que agradeceu o presente, entrou no carro, o mostrou novamente à Mary, que voltou a sorrir e acenar lá de dentro, até eles finalmente irem embora.

Helen conta que ainda hoje seu coração dispara e que tem a sensação de que vai desmaiar ao relembrar do dia em que descansou sua cabeça nos ombros de Freddie Mercury com os olhos cheios de lágrimas depois de ter cruzado seu olhar com o dele. Não é para menos né?!

Veja a post original abaixo e o depoimento completo em inglês:

View this post on Instagram

Freddie & extremely lucky fan Helen in London, 1988 ❤ . Here's the beautiful story behind this photo told by Helen herself: . "The photo of me holding Freddie close with my hand on his chest was taken on July 13th 1988. We (two friends and I) were outside Freddie's house when he came out to the waiting car, with Mary and Peter Straker.  I had a framed drawing which I had done of Freddie, Mary and Montserrat Caballe  so I called, "Freddie!! I have a little present for you!" He stopped and waited. Mary and Peter were now in the car. I handed the drawing to him, and I almost forgot what to say when his beautiful eyes looked into mine!  He waited for me to speak but I had almost forgotten how to!! Believe me, those eyes are far more beautiful and disturbing than ANY photo can show!! Eventually I said, "I've drawn this for you!" He held it and said, "Oh lovely!  Super!  You have Mary on there, too!" And he showed it to her through the car window and she smiled at me.  I then asked if I could have my photo taken with him and he replied, "Of course." I put my arm around his waist, and then waved my other hand near his chest and said, "Do you mind if I…?" He raised his dark eyebrows and his eyes twinkled with amusement as he replied, "OK!" So I put my hand on his warm chest and rested my head on his shoulder. I have tried to describe the way I felt in the poems in my Tribute mag Fairytales Of Yesterday but really the feeling was beyond words, it was beyond everything, and too near for tears. The photo was taken, and my friends had their photos taken with him, too.  He got into the car with one more "Thank you" and I couldn't stop the tears from springing to my eyes as I waved goodbye. He turned around in his seat to show the drawing properly to Mary, and she waved, too." . 👉P.S. Every time I read this story I inevitably imagine myself there looking into those disturbingly beautiful eyes resting my head on his shoulder with tears in my eyes…and just the thought of all that makes my heart beat so fast that I feel like fainting…❤ . 📷📝 Thanks to my good friend @old_fashioned_girl_ for sharing this photo and caption 🙏 . #FreddieMercury #luckyfan

A post shared by Freddie Mercury (@freddiemercuryclub) on

E relembre aqui como foram os últimos dias de Freddie Mercury, segundo Brian May, seu companheiro de banda.

     
 
Compartilhar