Metallica toca The Stone Roses no estádio do Manchester City
 

Na semana que passou nós publicamos por aqui as declarações de Tom G. Warrior sobre “homenagens” do Metallica ao seu trabalho.

O músico de bandas como Celtic Frost e Hellhammer disse que a banda “perdeu a habilidade de tocar metal de verdade há muito tempo” e ainda falou sobre a versão de “Procreation Of The Wicked” executada pelo guitarrista Kirk Hammett e o baixista Rob Trujillo:

Eles estragaram a música e foi humilhante.

Covers do Metallica

Acontece que o que a dupla do Metallica tem chamado de “doodle” em seus shows, começou como uma espécie de homenagem mas se tornou um verdadeiro suplício para fãs dos grupos das cidades e países por onde eles passam.

Tocando canções de nomes locais em um formato reduzido, a banda diminui drasticamente o seu potencial ao apresentar versões cruas e mal ensaiadas, com Trujillo mostrando que deveria se concentrar no baixo e deixar os vocais para outras pessoas.

Há uma série de versões rebuscadas e simples que amamos por aí, mas o caso aqui é que um dos grupos mais potentes e competentes do mundo apresenta versões que expõem seus poucos pontos fracos e fazem Kirk e Rob soarem como músicos amadores que estão aprendendo seus instrumentos.

Nós já falamos sobre isso algumas vezes aqui no TMDQA!, mas você pode comparar outras canções tocadas pelo Metallica com as originais logo abaixo.

Metallica no Brasil

Em tempo, a banda vem ao Brasil para uma turnê de quatro shows em 2020. Alguma ideia de qual ou quais grupos nacionais eles irão celebrar em suas apresentações?

Celtic Frost – “Procreation of the Wicked”

a-ha – “Take On Me”

Rammstein – “Engel”

Iron Maiden – “Killers”

Europe – “The Final Countdown”

 

ABBA – “Dancing Queen”