Bad Religion e The Offspring
Fotos: Shutterstock / Divulgação
 

Em 1989 o movimento no punk rock era intenso, principalmente na Califórnia, onde bandas clássicas como Bad Religion e Offspring, davam passos definitivos em suas carreiras.

Naquele ano, as duas bandas estavam em estágios diferentes, mas com caminhos certos para se firmarem no cenário da música mundial, onde permanecem com êxito até os dias atuais, com muita qualidade musical.

O Bad Religion, com o seu forte posicionamento crítico, social e político, já estava com 10 anos de atividades e chegava ao seu quarto disco, No Control, que tinha a missão de suceder outro marco do movimento, o também clássico Suffer, lançado um ano antes.

No Control, e seus 26 minutos, trouxe a fúria dos pensamentos da dupla Greg Graffin e Brett Gurewitz, em faixas como “Change of Ideas”, “No Control”, “I Want To Conquer The World” e “You”, dando uma grande força à já crescente popularidade do Bad Religion e, já na época, os posicionando como uma das bandas mais influentes do estilo.

Vindo nessa leva de novas bandas, estava o Offspring, com o seu embrião iniciado em 1984, pelo jovem Dexter Holland, totalmente apaixonado pelo movimento punk de nomes como o próprio Bad Religion e Social Distortion.

O álbum de estreia, homônimo, veio 5 anos depois, através do selo independente Nemesis Records e já se caracterizava pela voz inconfundível de Dexter, além das melodias rápidas e ótimos refrães em faixas como “Jennifer Lost The War”, “Elders”, “Blackball” e “I’ll Be Waiting”.

A relação entre o Bad Religion e o Offspring sempre foi de muito respeito e admiração, incluindo vários shows e turnês juntos, uma delas em 2014, quando o Offspring aproveitou a ocasião e registrou o EP Summer Nationals, gravando as faixas “No Control” e “Do What You Want”, do Bad Religion e “No Reason Why”, do Pennywise, para celebrar os shows em conjunto com as duas bandas. Bela homenagem!

Outra curiosidade, é que foi na renomada Epitaph Records, gravadora de Brett Gurewitz, que o Offspring lançou Smash, em 1994, entrando de vez nos holofotes da grande mídia com os hits “Come Out And Play (Keep ‘Em Separeted)”, “Self Esteem” e “Gotta Get Away”, alcançado a marca de disco mais vendido, na história, por uma gravadora independente.

O Bad Religion com os seus quase 40 anos de atividade já tem o seu lugar marcado nos pilares de grandes professores da música e continua lançando discos de muita qualidade, como é o caso do recente Age Of Unreason.

O Offspring chegou ao patamar de gigante da música, saindo do circuito independente para números expressivos no mainstream, sempre com o pé no punk rock característico do início da carreira, com algumas adaptações sonoras em alguns singles, o que é totalmente compreensível em termos de mercado.

Agora 30 anos depois, as bandas se juntam em mais um turnê, que passará pelo Brasil, no dia 29 de outubro no Espaço das Américas, em São Paulo.

Bad Religion e Offspring no Brasil

Você pode ver todas as informações sobre o show das bandas no Brasil clicando aqui.

     
 
Compartilhar