Scott Stapp, Chris Cornell e Chester Bennington(1)
Fotos: Wikimedia Commons

Scott Stapp, ex-vocalista do Creed, está divulgando uma nova canção inspirada nas trágicas mortes de Chris Cornell e Chester Bennington.

“Gone Too Soon”, seu novo single, vem em um momento reflexivo para o músico, que decidiu se abrir sobre sua luta contra a depressão. Em uma nova entrevista ao Yahoo, Stapp declarou:

Quando minha primeira depressão me atingiu, eu tinha tudo no mundo. Todos os meus sonhos estavam se tornando realidade, tudo de uma vez. Não havia absolutamente nenhuma razão — olhando de fora, é claro, sem entender que isso não é uma escolha — que eu deveria estar me sentindo assim. Mas isso está fora do nosso controle. É fisiológico, é biológico. É o seu cérebro e seus nervos.

Acho que é um bom momento para compartilhar minha história, porque há mais compreensão, mais compaixão. Eu acho que quando as pessoas olham para trás e refletem, aquelas que me seguiam, agora elas estão tipo, ‘Ah, então é isso que estava acontecendo’, e agora elas entendem. Enquanto no passado, sem o conhecimento, havia muita confusão e incompreensão.

Scott ainda falou sobre o dia em que soube da morte do vocalista do Linkin Park. “Foi pesado, me atingiu como um monte de tijolos, e eu fiquei muito chocado. E ainda foi no aniversário do Chris Cornell, o que deve ter causado muitos sentimentos,” disse o músico.

Ao falar de sua visão sobre as mortes dos músicos, ele continuou:

Eu acho que chega em um ponto onde a vida se perde, é uma doença e, na minha opinião, não acho que seja mais escolha deles. Acho que a [depressão] tomou conta, e então não há culpa, apenas tristeza. Me fez refletir sobre os momentos em que eu estive perto [de tirar minha própria vida], e outros momentos onde poderia e deveria ter sido eu, mas fui poupado. Então por um minuto, meu coração estava realmente mais focado nas famílias deles e suas esposas e filhos, e o que eles estavam passando, e meu coração ficou apertado.

Gone Too Soon – Scott Stapp