aretha-franklin-cissy
 

Aretha Franklin recebeu mais uma homenagem póstuma.

A cantora, considerada a Rainha do Soul e que morreu em 16 de Agosto do ano passado vítima de um câncer no pâncreas, virou nome de via expressa no estado do Michigan, nos Estados Unidos.

A honraria veio através das mãos da governadora Gretchen Whitmer, que na última segunda-feira (10) assinou e oficializou os trâmites legais para que uma parte da estrada M-10, em Detroit, onde a diva morreu aos 76 anos, agora se chame Aretha L. Franklin Memorial Highway. A democrata afirmou em comunicado que “a criatividade e voz de Aretha contribuíram para a história cultural e musical de Michigan.”

Legado

Apoiadores da causa corroboraram a fala de Whitmer pois consideram que a decisão da governadora é uma forma de eternizar a carreira da ícone da música americana, já que Aretha, apesar de ter nascido em Memphis, no Tennessee, cresceu em Detroit e lá mergulhou nos fundamentos do gospel, na New Bethel Baptist Church.

Alguns republicanos eram contrários à medida, alegando que tal designação só deveria ser direcionada a profissionais de primeiros socorros e veteranos militares.

História e carreira

Aretha Franklin foi em busca da fama na década de 1950 e encarou diversos desafios, como ser mãe aos 12 anos de idade. Aos 15, ela já tinha dois filhos.

A artista gravou quase 40 álbuns e entre suas canções mais famosas estão “Respect”, “Say a Little Prayer” e “Bridge Over Troubled Water”. Quanto aos prêmios, Aretha venceu 20 Grammys. Ela foi diagnosticada com câncer em 2010.