João Gilberto
 

A morte do lendário músico brasileiro João Gilberto ainda está repercutindo e uma homenagem oficial veio de Brasília, mesmo que não tenha sido do governo federal.

Na noite de ontem (09), o Senado aprovou um requerimento que determina três dias de luto no Congresso Nacional por causa da morte do ícone mundial da bossa nova e, sendo assim, desde hoje a bandeira nacional está hasteada a meio mastro por lá.

Jair Bolsonaro

Vale lembrar que o presidente Jair Bolsonaro foi criticado pela resposta morna que deu à morte de um dos mais importantes brasileiros da história, celebrado internacionalmente e homenageado em diversos países quando faleceu.

Mesmo assim, o governo federal optou por não declarar luto oficial no país e o porta-voz do Palácio do Planalto, Rêgo Barros, apenas disse que “o presidente reconhece a importância do artista João Gilberto para a música brasileira, como todos nós. Ele tornou a bossa nova um estilo de música conhecido internacionalmente. O presidente se solidariza com a família e os amigos nesse momento de dor.”

LEIA TAMBÉM: em 1965, João Gilberto fazia história ao ganhar o Grammy de Álbum do Ano

Morte de João Gilberto

O músico nos deixou no último dia 06 de Julho, no Rio de Janeiro, aos 88 anos de idade.

Nos últimos anos ele vinha sofrendo com problemas de saúde e financeiros, e há muita desinformação sobre o estado real das coisas, bem como de familiares que teriam entrado na história para tomar conta da vida do músico.

     
 
Compartilhar