Jonathan Davis, do KoRn, no tributo a Chester Bennington
Foto: Reprodução / YouTube
 

Na última quarta-feira, 26 de Junho, o vocalista do KoRn, Jonathan Davis, participou de uma live da revista britânica Kerrang! e comentou sobre o próximo disco do grupo, The Nothing.

Segundo o cantor, o álbum é “obscuro” e trata de situações difíceis pelas quais Davis enfrentou recentemente, como a perda de sua esposa, Deven, no ano passado. Além disso, o KoRn encara uma batalha judicial contra seu ex-baterista David Silveria. Ele processa a banda por causa de direitos autorais.

Sobre as letras do novo trabalho, o vocalista disse: “É basicamente eu lidando com todas as coisas que me aconteceram no último ano. Muito emocional para mim, mas é o que é. Eu mal posso esperar para as pessoas ouvirem”.

Eu realmente passei muito tempo fazendo o que eu gostaria de fazer nesse período. Nenhum produtor se meteu. Eu me tranquei no estúdio e passei um grande tempo refletindo, me curando e fazendo arte.

“New Metal” é Ruim?

Na entrevista, Davis também criticou o new metal, estilo onde a banda não apenas acabou sendo encaixada, como foi considerada uma das mais importantes:

Quando eu ouço falar no gênero eu penso em machismo, um tipo de rap rock, não sei bem. Apenas um amontoado de música ruim, havia algumas ótimas (bandas), mas havia muitas ruins também.

Ele ainda comentou como se sente quando o KoRn é rotulado dentro desta vertente:

Eu costumava ficar muito puto, mas eu realmente não me importo mais. Juro por Deus. Nos chamem como quiserem, não me importo. Eu costumava brigar e me emputecer, tipo ‘como vocês podem nos chamar assim?’

Novo disco do KoRn

The Nothing é o décimo terceiro disco de estúdio do KoRn e tem previsão de lançamento para 13 de Setembro. O álbum será o sucessor de The Serenity of Suffering, de 2016. “You’ll Never Find Me” é o primeiro single do próximo trabalho do grupo e foi disponibilizado há dois dias na rede.

LEIA TAMBÉM: Guitarrista do KoRn toca “Blind” com político/pastor na TV americana