Paul Banks (Interpol) e Morrissey
Fotos: Stephanie Hahne | Wikimedia Commons
 

O Interpol se posicionou sobre sua participação na turnê do polêmico Morrissey.

A banda se une ao cantor a partir de Setembro em apresentações nos Estados Unidos, e Paul Banks, vocalista, falou sobre a decisão de continuar na turnê em entrevista à Hot Press (via Pitchfork).

Leia:

Pensamos que seria bom para a nossa banda. É assim que estou enxergando isso. Eu não ligo muito para as outras coisas.

O ex-Smiths tem sido alvo de críticas e boicotes após declarar seu apoio a um partido de extrema direita chamado For Britain. O partido é comandado pela ativista anti-Islã Anne Marie Waters, que inclusive agradeceu o cantor pelo apoio.

Desde então, Morrissey tem feito diversas declarações onde se diz “atacado” pela imprensa britânica — nos últimos dias, ele falou algo bem curioso sobre as alegações de ser racista. Leia clicando aqui.

Morrissey – California Son

Vale lembrar que o cantor lançou California Son, um disco de covers, recentemente. O álbum conta com participações de vários músicos, como Billie Joe Armstrong e Lydia Night, que escolheram não se pronunciar sobre as polêmicas.

Quem se pronunciou, porém, foi Ariel Engle, que também cantou no disco. Ela disse que não sabia sobre o posicionamento antes de gravar com Moz, e completou:

As coisas inflamatórias que ele disse não são minha política. Eu acho que ele está completamente fora de si. Acho que deveria ter sabido, então é minha culpa.

LEIA TAMBÉM: Dave Grohl compara Billie Eilish a Morrissey: “é a conexão que ela tem”