Foto: Divulgação
 

Certamente você conhece a Deck. A gravadora, uma das maiores do país, nasceu no Brasil e é responsável por lançar grandes artistas que conhecemos e adoramos.

Já tiveram materiais lançados pela Deck artistas como Pitty, Fernanda Takai, Dead Fish, Alceu Valença, Falamansa, Ultraje a Rigor e muito mais. Em seus 20 anos, a gravadora, que surgiu de forma independente, se tornou referência para qualquer músico brasileiro.

 

“Uma gravadora de família”

Para comemorar suas duas décadas de aniversário da gravadora, está sendo lançado o documentário Tudo Pela Música (Os 20 Anos da Deck). Com direção de Daniel Ferro, o filme conta com depoimentos de artistas e profissionais do ramo da música que contribuíram para esta trajetória de sucesso.

A história é contada na voz de personagens que fizeram parte dela. Inicialmente uma editora, a Deck ganhou asas e cresceu cada vez mais, passando a ter parceria artística com grandes gravadoras da época até se consolidar como uma. Isso tudo, é claro, se deve à visão dos fundadores João Augusto e Monica Ramos. O amor pela música fez com que os filhos Rafael Ramos (um dos maiores produtores musicais em atividade no Brasil) e Lígia Ramos também pegassem gosto pela coisa e participassem ativamente do projeto desde pequenos. No filme, o empresário Marcello Lobato compara o ambiente a uma padaria: “Padaria do João. Era ele no caixa, o filho metendo a mão na massa e a Monica atendendo”.

Deck (Disc?)

O filme conta várias histórias que aconteceram durante esses 20 anos. Os episódios lembrados vão desde comer strogonoff com os integrantes do Mamonas Assassinas até a crise da mídia física na indústria fonográfica.

Pitty, Rodrigo Lima (Dead Fish), Beto Bruno (Cachorro Grande), Tato (Falamansa) e muitos outros artistas destacam o carinho, a “coisa humana” e a visão empreendedora da Deck. O documentário ainda conta com depoimentos de nomes como Nelson Motta, Carlos Eduardo Miranda e Mauro Ferreira, além de André Midani, morto há poucos dias.

 

Festival In-Edit

O filme está indicado para o 11º Festival In-Edit, evento focado em documentários musicais. Com exibições abertas ao público, o “Tudo Pela Música” poderá ser visto no próximo dia 19 (quarta-feira) às 21h15 no CineSesc (Cerqueira César). No dia seguinte (20), o documentário será exibido às 17h na Cinemateca Brasileira (Vila Clementino). O último dia de exibição será o dia 23 (domingo), às 14h no Spcine Olido (Centro)

Maiores informações sobre o evento podem ser conferidas no site oficial.

Confira abaixo o cartaz do filme.

Tudo pela Musica (cartaz)
Foto: Divulgação