Noel Gallagher no programa de Lars Ulrich na Beats 1
Foto: Reprodução / YouTube
 

Noel Gallagher tem falado bastante sobre política e em uma nova entrevista não mediu palavras para discutir o Brexit.

Vale lembrar que o termo foi associado à saída do Reino Unido da União Europeia, em decisão que foi validada através de um referendo popular iniciado pelo então primeiro ministro David Cameron, que colocou a ação em prática após uma promessa de campanha.

Voltando ao guitarrista e compositor do final do Oasis, Noel conversou com o Manchester Evening News, e apesar de dizer que não concorda com o resultado, as pessoas deveriam respeitá-lo:

Só há uma coisa pior do que um idiota que votou pelo Brexit. É o crescimento dos cuzões tentando fazer com que o resultado seja invalidado.

Noel Gallagher não votou no Brexit

Noel, que preferiu ficar com a bunda sentada na cadeira e não votar, ainda disse:

Você está participando de um processo democrático – se não gostar do resultado, vá para a Coreia do Norte… eu me sentei no dia do Brexit e pensei: ‘eu não vou me dar ao trabalho de ir até o local de votação, quem diabos votaria para deixar a Europa? É uma ideia sem sentido pra caralho.’ Aí você acorda no dia seguinte e pensa: ‘Puta que pariu, merda.’

Mas a coisa que está tomando conta depois de tudo é realmente uma desgraça. É uma desgraça quando você vê as pessoas tentando invalidar o resultado. Porque isso é fascismo. Direto e reto. Puro e simples. Jogando contra a democracia porque você não gosta do que aconteceu.

LEIA TAMBÉM: Liam Gallagher enviou seu novo disco de presente de aniversário para Noel

     
 
FonteNME
Compartilhar