Woodstock 50 (2019)
Foto: Divulgação
 

A pouco mais de 2 meses de acontecer, o Woodstock 50 não tem mais um local. Pois é.

A equipe do Watkins Glen, lugar onde o evento aconteceria nos dias 16, 17 e 18 de Agosto, anunciou na segunda-feira (10) que desistiu de conceder a licença ao festival. Vale lembrar que o evento também perdeu seu time de produção.

Em comunicado, os responsáveis declararam:

A Watkins Glen International rescindiu a licença do local para o Woodstock de acordo com as disposições do contrato. Sendo assim, o WGI não será o anfitrião do Woodstock 50 Festival.

Apesar disso — e de várias outras tretas –, Lang continua com planos de dar vida ao evento e não vai desistir.

Em uma publicação, Gregory Peck, sócio de Michael, disse:

Estamos em negociações com outro local para sediar o Woodstock 50 de 16 a 18 de agosto, e esperamos compartilhar o novo local quando os ingressos começarem a ser vendidos nas próximas semanas.

Sim, faltam 66 dias para o evento, mas só ficaremos sabendo do local quando os ingressos — que já deveriam ter sido vendidos — estiverem disponíveis.

Como aponta a Consequence of Sound, o Woodstock não pode legalmente vender ingressos enquanto não tiver uma permissão para acontecer — esse tipo de documento pode demorar semanas para ser aprovado após a escolha do local.

É… tá difícil.

Woodstock 50

O evento anunciou nomes como JAY-Z, Miley Cyrus, Chance the Rapper, Imagine Dragons, Robert Plant, Santana, David Crosby, John Fogerty e Dead and Company — o Black Keys também estava na lista, mas cancelou.

     
 
Compartilhar