Amy Winehouse
 

Valerie Star é maquiadora e vive em Nova York. Hoje, depois de algum tempo enfrentando problemas com a justiça americana, ela se estabilizou como um grande nome do mercado da beleza, e tem em seu portfólio makes em atrizes como Laura Gomez, Selenis Levya, Jackie Cruz e Jessica Pimentel, todas estrelas da série Orange Is The New Black, da Netflix.

Como ela se tornou a musa inspiradora de uma das melhores canções da saudosa Amy Winehouse, você descobre agora!

Foto: Reprodução/valeriestar.com

Composição

O ano é 2006. Em Liverpool, na Inglaterra, Dave McCabe, no banco de trás de um táxi, em questão de cinco minutos, escreve uma espécie de cartão postal para Valerie, sua namorada, que está há milhas e milhas dali, nos Estados Unidos. Meses antes, eles tinham se conhecido num show da banda de McCabe, a Zutons, na Florida.

O grupo, na verdade, fazia a abertura do show de uma outra banda, a que Valerie saiu de casa para ver naquela noite. Mas ela se surpreendeu com a primeira apresentação: “Era incrível. Eles tinham um som único e eu não tinha ouvido nada parecido antes”, revelou em entrevista recente à Vice.

Ela conta que quando os integrantes da banda desceram do palco, ela foi conversar com Dave e lhe ofereceu uma bebida, que levou a várias outras, até eles passarem de bar em bar e amanhecerem o dia tomando champagne no telhado da casa de shows em que começaram a noite. “Foi nosso primeiro encontro,” relembra.

Nas próxima semanas, o romance de Valerie e Dave prosseguiu com ela viajando para várias cidades acompanhar os shows de sua mais nova paixão. Porém, um contratempo separou o casal. “Fui presa uma semana antes de ir para Liverpool para ficar com ele,” explica. O motivo da prisão foi dirigir com a carteira de motorista suspensa. Antes disso, para complicar a situação, ela já tinha sido autuada por excesso de velocidade e ainda saiu como fugitiva da delegacia por não pagar a multa.

A rebeldia custou caro! Valerie gastou todo o dinheiro que tinha, 30 mil dólares, para não ir, de fato, para a cadeia, e passou os próximos meses entre tribunais e reuniões com advogados para resolver suas questões com a polícia.

Foi nesse momento que “Valerie”, a canção, foi composta.

Problemas judiciais resolvidos, Valerie se mudou da Flórida para New York, porque a ideia de ir para Liverpool sem nenhum centavo não lhe agradava.

Na sequência, o cartão postal de Dave para Valerie já tinha virado música e sido gravada. Ela está no segundo álbum da Zutons, o Tired of Hanging Around, lançado ainda em 2006. Ou seja, Valerie, de Amy Winehouse, na verdade, é um cover.

Compare as duas versões na playlist oficial do TMDQA!

Amy Winehouse

Em 2007, Mark Ronson produziu a gravação de “Valerie” com Amy Winehouse nos vocais. A música chegou ao #2 no Reino Unido, ganhou remixes e até um vídeo, no qual Amy não aparece. O período de sucesso da canção coincide justamente com a internação da cantora para o tratamento do vício em heroína.

Na época, surgiram inclusive teorias de que Valerie, nome masculino na Inglaterra, seria um rapaz que Amy conheceu na rehab. Fake news!

Mark, aliás, lançou neste ano um clipe oficial para “Valerie”, como você pode ver aqui.

Valerie

A maquiadora, musa inspiradora do hit, considera surreal a proporção que a história dela e de Dave tomou. Já ele, confessa que jamais sonhou com isso, mas é grato pelo sucesso de sua composição, mesmo que na voz de outro artista. Ainda mais sendo ela a Amy Winehouse, né?

Treze anos depois, Valerie e Dave não estão mais juntos porque o relacionamento “logisticamente não é viável a longo prazo”, já que ela continua nos Estados Unidos, e não considera Liverpool uma boa cidade para seu trabalho como maquiadora. Entretanto, na mesma entrevista à Vice, ela revela que sempre vai amá-lo profundamente, afinal, eles terão esse “filho” até o último dia de suas vidas.