Courtney Love
Foto: Wikimedia Commons
 

Courtney Love se envolveu, mesmo que indiretamente, em mais uma treta no mundo da música.

Durante entrevista recente com a Interview Magazine, a frontwoman do Hole respondeu uma série de perguntas sobre sua carreira e sua vida. No mesmo papo em que disse que viu e ouviu um fantasma de Kurt Cobain, Love acabou dando sua opinião sincerona sobre The Dirt, filme da Netflix sobre o Mötley Crüe.

Enquanto falava sobre o que gosta de fazer com suas amigas, ela declarou:

Recentemente recebi três amigas e sentamos na minha cama épica, uma Majorelle art nouveau. Meu Rolfer veio e fez o que tinha que fazer. Nós não chamamos isso de massagem — eles ficam tão chateados, os Rolfers. Eles fazem um trabalho corporal profundo em senhoras. Assistimos ao filme mais idiota na Netflix chamado ‘The Dirt’ [um filme biográfico sobre a banda Mötley Crüe]. É tão estúpido e vil sobre as mulheres, e apenas muito burro. Foi super divertido reclamar juntas. Nós tomamos chá de jasmim. Todas nós recebemos a massagem e vimos esse rapper branco chamado Machine Gun Kelly, e acabamos fazendo piadas. Eu estava tipo, ‘Quando Ozzy vai cheirar as formigas?’ Então, em segundos, ele cheirou as formigas. Então o personagem de Nikki Sixx disse: ‘Eu tenho uma nova namorada. Ela é doce. Ela é maravilhosa’. Eu fiquei tipo, ‘E o nome dela é heroína’. Dois segundos depois: ‘O nome dela é heroína’. Eu estava arrasando.

Quem não gostou nada da declaração foi Tommy Lee, baterista do Mötley Crüe.

Usando o Twitter, o músico se mostrou incomodado com a entrevista, mandando na lata:

Hey, Courtney. Quando o seu filme vai ser lançado? Ah, espere… nunca!!!!

Vixi.

The Dirt

O polêmico filme sobre o grupo está disponível na Netflix.

LEIA TAMBÉM: Vendas de discos do Mötley Crüe aumentam drasticamente após filme na Netflix