the-monic
Foot: Marcelle Stavale
 

Continuando a divulgar prévias do aguardado álbum Deus Picio, a banda The Mönic lançou recentemente a inédita “Maldizer“. Temas envolvendo questões acerca da saúde mental ilustram a música.

Com versos reflexivos versos como “sobreviver não é viver” e “se logo penso, pra que existo?”, trata-se do segundo single da banda escrito totalmente em português. O outro foi “Buda“, lançado em 2018.

Sobra a nova música, a vocalista e guitarrista Dani Buarque conta:

‘Maldizer’ nasceu da necessidade de colocar em uma canção as crises de pânico e ansiedade que me assombram desde criança. É a narrativa sobre uma vida inteira levada com um incômodo existencial e a urgência de uma metamorfose interna para lidar com a não tão simples questão de existir.

 

Edgar

Lançamentos nacionais: Jair Naves, Edgar, Cigana
Foto: Pedro Ladeira / Divulgação

Ainda aproveitando os frutos de seu mais recente álbum de estúdio Ultrassom, lançado ano passado, Edgar lançou o clipe da faixa “Felizes Eram Os Golfinhos“, composta em parceria com Pupillo (Nação Zumbi).

A estética do vídeo é totalmente ditada pela linguagem da internet, abordando GIFs, filtros de Instagram e até as cada vez mais populares figurinhas de Whatsapp. A edição das imagens faz jus aos ótimos versos do rapper.

A presença de elementos em defesa do meio ambiente também é uma constância do clipe, conforme justifica Edgar:

Os coalas estão funcionalmente extintos por não conseguirem mais se reproduzir na natureza, o mar já não é um habitat perfeito para os peixes por conta dos descartes de lixo e dejetos químicos, os golfinhos, além de serem pescados aos montes na Ásia e servirem de diversão em parque aquáticos nos EUA, logo serão extintos ou apenas usados como memes e esquecidos na realidade em que precisam de ajuda. Tudo porque o mar já não é um lugar tão feliz assim.

 

Yoún

Yoún
Foto: João Coelho

Yoún é um duo fluminense formado por GP (voz e violino) e Alisson (violão e guitarra), que conquistou fama ao se apresentar em estações de trem do Rio de Janeiro. Recentemente, eles lançaram a inédita e romântica “Só Love“.

Embalado por R&B e elementos do hip-hop, o grupo imprime em suas músicas uma estética afrofuturista. “Ela veio de um amigo que mostrou um beat que, segundo ele, ‘era a minha cara’. Logo eu quis escrever sobre passar uma mensagem que pudesse somar na vida de alguém de alguma forma”, conta GP sobre a novidade.

A canção foi lançada junto a um clipe dirigido por Christian Monassa. O vídeo acompanha a dupla por ruas do estado, passando por estações de trem, metrô e o belo cenário do Aterro do Flamengo, na capital.

O EP do duo é uma aposta do selo JO!NT, e contará com esta faixa nova, a já divulgada “Meu Grande Amor” e mais quatro inéditas.

Confira:

 

Julieta Brandão

Julieta Brandão
Foto: Gus Bomfim

A passagem do tempo é motivo de reflexão para qualquer pessoa. Isso inclui a cantora Julieta Brandão, que versa sobre o assunto na inédita “Tempo Movediço“.

A composição da faixa é assinada por Liv Lagerblad e Arthus Fochi. A nova música fará parte do novo EP da cantora, que já tem confirmada a faixa “Torso“, lançada anteriormente. Somadas a essas duas, ainda serão relevadas ao público as canções “Meeiro” e “Hueco de Paz“.

O EP será lançado pelo selo Cantores del Mundo, que visa promover a proximidade entre novas vozes latino-americanas.

Confira “Tempo Movediço” abaixo: