Tom DeLonge
 

Desde que iniciou o projeto Angels And Airwaves em 2005 após o blink-182 entrar em hiato, o guitarrista e vocalista Tom DeLonge tem certeza de que é uma das figuras mais importantes do planeta.

À época, inclusive, ele disse que o disco de estreia da banda seria um dos melhores de todos os tempos e mudaria a forma como as pessoas entenderiam música, o que não aconteceu:

Essas músicas são as melhores feitas em décadas. Estou a duas músicas de finalizar o melhor álbum que qualquer pessoa ouviu nos últimos 20 anos. Estou preparando a maior revolução do rock and roll dessa geração.

DeLonge chegou a voltar atrás em relação às declarações, dizendo que estava passando por um período “estranho” onde, entre outras coisas, estava viciado em analgésicos, mas ao que tudo indica os pensamentos de grandeza voltaram com força total.

Angels And Airwaves

Prestes a embarcar em uma nova turnê com a banda (a primeira em longos anos) e lançar novas músicas, Tom DeLonge deu uma entrevista para a Rolling Stone e por lá falou sobre seus projetos.

Adotando um tom nada modesto, cravou:

Eu acho que o Angels And Airwaves sempre esteve um pouco à frente do seu tempo. Para um moleque que cresceu ouvindo uma banda como o Ramones, como foi meu caso, esses sons e composições são complexos. Eu me lembro de boa parte da minha base de fãs não estava pronta para isso, porque eles ainda estavam lamentando o fato de que não estava mais tocando no Blink. Mas eu tendo a perceber que tudo que fiz na minha vida está cerca de cinco anos à frente do seu tempo. Faria muito sentido se as pessoas revisitassem o que eu estava fazendo na época agora e dissessem, ‘Oh, eu meio que entendo.’ Essa tende a ser a forma como acontecem as coisas com tudo que eu faço.

Será mesmo, caro leitor?

LEIA TAMBÉM: bem ruim – Tom DeLonge volta com inédita do Angels And Airwaves