Charles Bradley
Foto de Charles Bradley via Shutterstock
 

Em um pequeno espaço de tempo, Charles Bradley se tornou um dos maiores artistas da música soul, deixando um legado marcante em sua breve discografia.

O cantor, que faleceu em 2017, vítima de câncer, teve uma curta e brilhante carreira, com o primeiro disco sendo gravado quando ele tinha 62 anos.

Há alguns anos, um documentário chamado Soul Of America foi lançado durante o festival South By Southwest, mostrando o início da trajetória de Charles Bradley, seus dias como morador de um simples conjunto habitacional, sua profunda relação com a mãe e demais familiares, além do amor incondicional pela música. Tudo culminou na gravação e show de lançamento, com ingressos esgotados, do seu primeiro disco, No Time For Dreaming, em 2011.

Charles Bradley

Descoberto quando se apresentava com o nome Black Velvet, fazendo covers de James Brown, sua grande influência, Bradley foi a aposta mais certa da promissora Daptone Records, através de Gabriel Roth, um dos fundadores.

Tudo é mostrado de forma emocionante no vídeo, com pouco mais de uma hora de duração, que se encontra disponível com legendas em português no YouTube.

Charles, que lançou três discos em vida, teve o póstumo Black Velvet, lançado em 2018. Na semana passada, foi divulgado o single “Lucifer”, que faz parte da mesma sessão da também inédita “Loney As You Are”.

Ouça o novo disco do The Who!