Fernanda Abreu e Letrux
 

Amor é algo de suma importância para a vida. Todas as suas nuances se aplicam nisso, desde a saúde mental até os prazeres sexuais.

No geral, é um tema bem discutido pela música, especialmente quando diz respeito à popular. Mas existem artistas que se aprofundam no tema de forma reflexiva. A cantora Fernanda Abreu fez isso em 2016, em seu aclamado álbum Amor Geral.

Consagrada nos anos 90 graças ao hit “Rio 40 Graus“, o disco mostrou que a cantora ainda tem bastante lenha para queimar. A temática do amor, em seu disco, é tratada de forma não idealizada ou estereotipada, associando o sentimento a questões como o movimento e a libido.

Pouco tempo depois, em 2017, o amor veio a ser tratado de maneira interessante na visão de outra artista: Letrux. Em seu disco Noite de Climão, a cantora refletiu sobre todas as fases de um relacionamento, desde o flerte até o término.

O que elas têm em comum? Esteticamente não muita coisa, considerando suas respectivas sonoridades pop e indie. Mas elas dividirão palco no próximo dia 11 de Junho, na véspera do Dia dos Namorados. Fernanda Abreu apresentará o show Amor Geral para o público do Teatro Riachuelo, no Centro do Rio de Janeiro.

A apresentação, além de unir duas mulheres que fazem história na nossa música, também contará com a participação da Focus Cia de Dança. O grupo se apresentou com Fernanda em seu show na edição de 2017 do Rock in Rio.

Ambas as cantoras responderam algumas perguntas nossas em relação ao encontro e a seus planos futuros. Confira abaixo:

 

Admiração mútua

(…) Nunca pisamos juntas no mesmo palco.

Elas podem não ter feito nada em parceria até hoje, mas a admiração que uma sente pela outra já data de anos. Letrux lembra de ter conhecido Fernanda pessoalmente na época em que fazia parte do duo Letuce.

LetruxAcho que a primeira vez que nos conhecemos pessoalmente foi em 2012 quando eu ainda era do Letuce. Tínhamos um bloco de carnaval, e ela foi uma das convidadas. Foi maravilhosa sua participação! Sou fã desde sempre, admiro muito a Fernanda! Acho que desde lá ficou uma vontade de “quero mais”, e agora apareceu a oportunidade certa!

Fernanda, ansiosa, contou sua admiração pelo lado performático de Letrux:

Fernanda Abreu: Letícia é uma artista muito talentosa, inteligente e bem humorada. Sempre curti suas performances. Será uma surpresa pra nós duas, pois nunca pisamos juntas no mesmo palco. Com certeza, será um encontro delicioso!

Fernanda Abreu
Fernanda Abreu. Foto: Divulgação

 

Precisamos falar sobre amor

É um assunto que me comove, que me emociona…

Perguntamos sobre a perspectiva pessoal de cada uma em relação à abordagem do amor para esse show. Afinal, o sentimento é a temática principal de ambos os álbuns. Fernanda crava a importância do respeito.

Fernanda: A ideia básica é que o sentimento amoroso não se restringe apenas ao amor romântico, mas também ao coletivo. O respeito é a base do amor e, nesse sentido, a ideia do Amor Geral é trazer o respeito às liberdades individuais para um convívio mais amoroso e respeito no coletivo.

Sabemos que, bem ou mal, trata-se de um assunto repetitivo no mundo da música. Mas ele é repetitivo por causa de sua relevância no nosso cotidiano, como afirma Letrux, que garante que trará um olhar diferenciado à apresentação:

Letrux: Ah, apesar de ser considerado clichê, vou sempre falar de amor. Sempre. É um assunto que me comove, que me emociona… Gosto de investigar nuances, camadas, idiossincrasias… Fiquei feliz com esse convite, embora não acredite e nunca tenha celebrado o Dia dos Namorados. Sou pró amor, falo de amor todo dia, nem preciso de dia (risos). Sou observadora de casos românticos. Acho que vou agregar com meu olhar “voyeur”, específico mas totalmente coletivo.

(foto: Aline Krupkoski)

Dia dos namorados

É um absurdo, em pleno 2019, pessoas quererem meter o bedelho na sua história de amor.

Aproveitando a data específica, as cantoras falaram sobre cultivar relações melhores e mais saudáveis entre as pessoas. E o primeiro passo para isso é a aceitação do outro. Em sua resposta, Fernanda falou novamente da importância da palavra “respeito”.

Fernanda: Quando se trata de amor, precisamos de respeito, respeito e respeito! E trabalhar a aceitação ao outro. Como diz Gilberto Gil: “O seu amor, ame-o e deixe-o ser o que ele é”. E como diz a letra de “Outro Sim”: “não é fácil aceitar alguém e ser aceito pelo outro também, mas querendo dá”.

Letrux apontou o dedo para a sociedade e falou sobre a “doença” que é querer ditar regras quando o assunto é o amor.

Letrux: É que é um absurdo, em pleno 2019, pessoas quererem meter o bedelho na sua história de amor. A vida é tão curta. Você pisca e quando percebe “já era”, “já foi”. Então não consigo acreditar ou entender porque seres humanos se metem no amor de outros seres humanos. Não faz sentido. A vida é tão maior. É tão importante cuidar da nossa vida… Pra que gastar energia cuidado da vida dos outros? Digo isso não só de políticos retrógrados que são machistas, homofóbicos e transfóbicos, mas falo isso também de muita gente comum, que nem decide nada nas leis do país, mas que infelizmente se acha dono da verdade e destila preconceitos no seu dia a dia, causando tristeza e medo nas pessoas que não seguem as regras de amor estipuladas pela “sociedade”. Isso é muito doente. Amor é amor, não importa se com o mesmo sexo! É muito limitante achar que “só podemos amar de tal maneira”. Me dá até vergonha pensar isso. Amor é tão enorme, é um cometa. E cometa rasga o céu, então cada um ama de um jeito, de uma maneira e tudo bem isso. Tudo lindo, tudo ótimo. Mais respeito, sempre!

 

Expectativas em relação ao show

Acho que vai ser um show alegre, alto astral e curioso

A banda de Fernanda Abreu, os passos da Focus Cia de Dança, Letrux… A noite do dia 11 no Teatro Riachuelo vai ser incrível e não há dúvidas em relação a isso. Questionada sobre uma prévia do show, Fernanda respondeu:

Fernanda: Pode esperar uma noite muito especial, recheada de música com uma banda poderosa, muita dança e mensagens amorosas cheias de suingue!

Os shows de Fernanda Abreu podem ser animados, mas essa característica também se aplica perfeitamente às apresentações de Letrux. Após elogiar a energia das apresentações da colega, Letrux falou sobre sua contribuição:

Letrux: Acho que vai ser um show alegre, alto astral e curioso! Pretendo levar meu bom humor, que sinto que desde criança é uma saída que encontrei pra melhorar meu dia e dos que me cercam. (…) Deliro com graça pra sobreviver.

 

Planos futuros

Tenho alguns projetos em mente (…)

Aproveitamos também para questionar as cantoras sobre projetos futuros. Seus álbuns mais recentes foram lançados em 2016 e 2017, e certamente os fãs estão no aguardo de novas músicas.

Letrux adiantou que tem composto canções de maneira fluida e sem pressa, além de que quer se expandir musicalmente.

LetruxAh, ando compondo de maneira fluída e, ao mesmo tempo, ando mais disciplinada pra tentar levar minha voz para registros que ainda não fui. O “Climão” é bem médio-grave pra minha voz. Saiu assim, beleza! Agora estou tentando compor pensando onde eu quero passear com a voz. Tem sido um processo curioso. Vai sair e vai ser lindo, mas não tenho muita pressa, porque nunca tive pressa de nada na vida. Dei tarde, comecei a beber com 24, o “Climão” saiu eu tinha 35… Enfim, tenho urgência da vida não ser em vão, mas não tenho pressa pras coisas acontecerem. Vai vir.”

Enquanto isso, Fernanda não nos falou exatamente sobre um próximo álbum à vista, mas adiantou projetos comemorativos, tanto no campo da música quanto em outras artes.

FernandaEm 2020, completo 30 anos de carreira solo desde o lançamento do meu primeiro disco “SLA Radical Dance Disco Club”, de 1990. Fico muito feliz de ter conquistado uma carreira longeva e ter produzido discos e shows dois quais me orgulho. Tenho alguns projetos em mente como uma exposição e um projeto de CD com outros artistas interpretando músicas minhas escolhidas por eles. Também tem um projeto de remixes com DJs e, é claro, montar um show/turnê comemorativa desses 30 anos.

 

Serviço

Fernanda Abreu no Rio de Janeiro
Onde: Teatro Riachuelo (Rua do Passeio, 38/40 – Centro, Rio de Janeiro – RJ)
Quando: 11 de Junho (terça), às 20h00
Ingressos: entre 20 e 50 reais
Venda online: Ingresso Rápido
Evento oficial: Facebook