Capa de 'Rammstein' (2019)
Foto: Divulgação
 

Depois de dez anos sem lançar material novo, quando saiu Liebe Ist Für Alle Da (2009), o Rammstein voltou com tudo e tem batido recordes na carreira com o disco homônimo lançado em 18 de Maio, que deve se tornar o maior sucesso comercial da banda.

O álbum, que já vendeu 270 mil unidades, estreou em 1º lugar nas paradas de 14 países, segundo informações da Billboard. São eles: Alemanha (onde a banda surgiu), Bélgica, Dinamarca, França, Países Baixos, Noruega, Finlândia, Estônia, Portugal, Polônia, Rússia, Suíça, Áustria e Canadá.

Marca inédita nos EUA

Além disso, foi a primeira vez que o Rammstein conseguiu penetrar o top 10 das paradas americanas, ao estrear em 9º lugar na Billboard 200, nos Estados Unidos. Sendo assim, o grupo se colocou no mesmo patamar de artistas pop consagrados como Ariana Grande, Billie Eilish e Tyler, the Creator.

“Com o disco autointitulado deles, o Rammstein está indo direto ao topo das paradas em 14 países até agora — e é muito provável que o mesmo aconteça em outras nações”, afirmou o presidente e CEO da Universal Music na Europa, Frank Briegmann.

Eles estão construindo seu caminho – tanto na sua música quanto em seus shows, chegando ao seu sucesso nacional e internacional. São os grandes exportadores da música alemã, reunindo milhares de fãs ao redor do mundo. Eles têm usado a provocação como uma forma de arte, e não está terminado.

LEIA TAMBÉM: Podcast TMDQA! #40 – Como eu vim parar aqui? Rammstein e bandas que chocam a sociedade