Morrissey no programa de Jimmy Fallon
Foto: Reprodução / YouTube
 

Morrissey continua sendo “evitado” após declarar apoio a uma líder de extrema direita.

Pôsteres do novo disco do músico, California Son, foram removidos do transporte público em Liverpool após reclamação de um usuário.

A Merseyrail, empresa que cuida do sistema de transportes da cidade, ordenou a remoção de todas as peças de promoção semanas depois de Morrissey aparecer em público com um broche do For Britain, partido fundado pela ativista anti Islã Anne Marie Waters. Ela chegou a agradecer o artista pelo apoio.

A empresa se pronunciou sobre a decisão:

Existem processos para a Merseyrail aprovar qualquer material potencialmente contencioso antes que ele apareça na nossa rede, no entanto, devido à natureza desse anúncio, ele não alcançou um nível de verificação. A Merseyrail trabalhará com o fornecedor terceirizado para melhorar esse processo no futuro. Qualquer conteúdo usado em publicidade na rede da Merseyrail não reflete os valores da organização e pedimos desculpas por qualquer ofensa que a publicação desses pôsteres possa ter causado.

Complicado.

Banido em loja de discos

Nos últimos dias, Morrissey também foi banido da loja de discos mais antiga do mundo, a Spillers Records. Saiba mais clicando aqui.

LEIA TAMBÉM: Morrissey toca hit da carreira solo pela primeira vez ao vivo em 15 anos

   
 
Compartilhar