Daron Malakian (System of a Down) no Rock Im Park 2017
oto de Daron Malakian via Shutterstock
 

Daron Malakian voltou a falar sobre sua fascinação pelo assassino Charles Manson.

Em entrevista recente ao podcast Talk Is Jericho (via Alternative Nation), o guitarrista do System of a Down foi questionado se o tratamento que Manson recebeu ao final de sua vida foi injusto.

Malakian comentou:

Não acho necessariamente que ele foi tratado injustamente… Há um certo lado dele que eu — eu nunca me interessei pelos assassinatos ou qualquer um desses aspectos, eu costumava assistir às suas audiências e coisas assim, e eu acho que o que ele tinha a dizer… Ele apenas articulava suas palavras e sua mensagem de uma certa maneira que eu achava que era única e interessante, e fez dele original. E, você sabe, ele não era um cara burro no final das contas… Então essa é a parte que eu achei intrigante.

O guitarrista ainda completou, se defendendo:

As pessoas pensam que eu o apoio por ser um assassino. Você sabe, OJ Simpson fez algo realmente horrível, mas você não pode excluir o fato de que ele era fodão no futebol americano. Então Manson, para mim, quando se trata de seus pontos de vista sobre a sociedade e coisas assim, eu de muitas maneiras concordo com ele e, como eu disse, acho interessante. Mas o lado do assassinato…

Charles Manson

Manson morreu aos 83 anos em Novembro de 2017, vítima de um ataque cardíaco enquanto ainda estava na prisão.

À época, Daron Malakian já havia se pronunciado e chegou a homenagear o assassino, recebendo diversas críticas.