Kanye West com boné de Donald Trump
Foto: Reprodução / Twitter
 

Kanye West será uma das atrações do novo programa do apresentador David Letterman na Netflix.

My Next Guest Needs No Introduction é o nome do talk show que recebe nomes conhecidos da cultura norte-americana e o episódio do rapper irá ao ar (junto com outros quatro) no próximo dia 31 de Maio.

Apesar do programa ainda não ter sido veiculado, o pessoal do The Daily Beast teve acesso ao episódio de Kanye e falou sobre diversos aspectos dele; entre outras coisas, o músico falou sobre como sofre bullying dos “liberais” por apoiar o atual presidente dos EUA, Donald Trump. [Nota do editor: lá nos EUA, “liberal” equivale a alguém que apoia a esquerda].

#MeToo, Trump, Eleições

Além disso, ele ainda falou sobre como tem “medo” do movimento #MeToo, que deu voz a diversas mulheres que sofreram abuso sexual, “como homem”, e foi justamente no meio de uma declaração a respeito disso que ele falou sobre Donald Trump e seu posicionamento:

Isso é tipo o meu lance com Trump – não precisamos pensar da mesma forma, mas temos o direito de sentir o que sentirmos.

Ele ainda disse que o fato de usar o boné “Make America Great Again”, criado na campanha de Trump, não tem “nada a ver com política”, mas sim é uma tentativa de “quebrar o estigma” criado ao redor de quem mostra apoio ao presidente.

Nessa hora, David Letterman foi cruel com Kanye ao perguntar se ele votou em Trump; quando ouviu a resposta de que o rapper nunca votou na vida, disparou: “então você não pode dar opinião a respeito”. A declaração foi seguida de aplausos entusiasmados da plateia.

Saúde mental

No programa, West ainda falou sobre problemas de saúde mental com os quais lidou recentemente, e falou que eles podem ajudar a sua criatividade:

Se vocês querem ideias malucas, palcos malucos e músicas malucas com um jeito maluco de pensar, há uma chance de que tudo isso venha de uma pessoa maluca.

Você pode ler outros pontos da entrevista, em Inglês, clicando aqui.

     
 
FonteStereogum
Compartilhar