Lançamentos nacionais: Luiza Caspary, The Mönic, Monema
Foto: Reprodução / Youtube
 

Conhecida por fazer música acessível a pessoas surdas e ensurdecidas, Luiza Caspary lança o single “Cuidado”.

O vídeo da faixa é acessível em Libras, assim como todos os clipes do álbum Mergulho. A canção fala sobre a falta de diálogo nas relações. “É sobre a gente não se ver, imersos e perdidos em um mundo virtual de likes e expectativas, é sobre a vontade de abandonar isso tudo, construir e resgatar olhares sinceros e viver o presente”, explica.

Com produção musical de Lou Schmidt, Luiza Caspary utiliza um arranjo pop ao mesmo tempo em que mistura tango, bolero, percussão com sapateado e uma interpretação única.

The Mönic

The Mönic
Foto: Marcelle Buarque Stavale

Abordando questões sociopolíticas e as relações humanas, a The Mönic lança o clipe de “Just Mad”. A faixa é o segundo single retirado de seu álbum de estreia Deus Picio.

Por abordar dilemas femininos e intimamente ligados à vida das integrantes, a própria banda optou por dirigir, roteirizar e produzir o vídeo, editado pela baixista Joan Bedin. Além disso, Marcelle Stavale foi responsável pela direção de fotografia.

A obra intercala imagens das integrantes em trajes de misses (uma crítica à competição feminina comumente estimulada no dia a dia), poses de protesto e tocando seus instrumentos. “A intenção sempre foi ser o mais simples possível, mas transmitindo a ideia da música através de símbolos. Retratamos como a sociedade quer que a gente se sinta perante ela e como nos sentimos”, completa a guitarrista e vocalista Dani Buarque.

Monema

Monema
Foto: Fernanda Chemale

Em Plano de fuga e outros planos, seu disco de estreia, a Monema fala do banal e do sublime, da intersecção entre o real e o imaginário, divagam sobre o imponderável e o amor.

Com Danúbio na voz e no violão, Brayan na guitarra, André Medeiros no baixo e Milhoranza na bateria, o quarteto de Porto Alegre se inspira no rock nacional dos anos 80, mas também no indie rock do final dos anos 90 e do rock inglês do início dos anos 70.

A produção musical do álbum é assinada por Marcelo Fruet, reconhecido pelos seus trabalhos com bandas como Dingo Bells, Chimarruts e Apanhador Só.