Amélie Poulain (Audrey Tautou)
Foto: Divulgação
 

Amélie Poulain voltará às telonas muito em breve — mas de uma forma bem diferente.

O diretor de O Fabuloso Destino de Amélie Poulain, clássico moderno do cinema francês lançado em 2001, anunciou que está trabalhando em um mocumentário sobre as gravações do longa. Sim, um mocumentário: a modalidade que consiste em fazer um “falso” documentário, usando da ficção e da comédia como se fosse verdade.

Jean-Pierre Jeunet, ao fazer o anúncio, revelou que se inspirou em um trabalho de Peter Jackson na ideia.

Estou escrevendo um documentário falso sobre as filmagens de Amélie, como o filme de Peter Jackson sobre o início do cinema, [Forgotten Silver]. Será só uma besteira, algo muito engraçado, bem barato de se fazer, eu espero.

Ainda não há um nome para a produção, data de estreia ou sequer um roteiro pronto. Jeunet está trabalhando ao lado de Guillaume Laurant, que também esteve em Amélie Poulain.

Na mesma entrevista, o diretor ainda revelou que nunca faria uma série de TV ou sequência no cinema para a trama.

Não seria a mesma atriz, não seria barato porque não teríamos o mesmo investimento, e em Paris, agora, é muito difícil de filmar, porque há tantas construções em todo canto, então Paris está feia agora. Então não, eu não quero fazer uma sequência ou mesmo uma série, só quero fazer o documentário falso.

Não tá com cara de que ele JÁ está nos trollando?

Amélie Poulain

O longa conta a história de Amélie, interpretada por Audrey Tautou, uma mulher de 20 e poucos anos que resolve sair da casa do pai e tocar a própria vida.

Em um estalo, a moça decide que vai mudar a vida dos outros com pequenas ações, e acaba mudando a própria — além de se entregar a um novo amor.

O filme ainda conta com nomes como Mathieu Kassovitz (O Ódio), Jamel Debbouze, Serge Merlin e mais.