Dead Kennedys
Foto por Christy Borgman
 

E a história da turnê do Dead Kennedys no Brasil vai ganhando novos contornos.

Hoje mais cedo foi divulgado um pôster nada sutil com uma arte que divulgava os quatro shows que a banda fará no país para celebrar os seus 40 anos de carreira e trazia várias críticas políticas.

Principalmente, o desenho feito pelo ilustrador brasileiro Cristiano Suarez mostra a “família tradicional brasileira” portando armas, falando Inglês (errado) e dizendo que gosta “do cheiro de pobres mortos pela manhã”.

Além disso, o palhaço Bozo foi utilizado várias vezes no cartaz, fazendo alusão à forma como os oposicionistas do atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, se referem a ele em suas críticas.

Resposta do Dead Kennedys

O problema é que ao que tudo indica, a banda não teria participado do processo de autorização da arte, já que em sua página oficial no Facebook, acabou de publicar a seguinte declaração:

Chegou até nos do Dead Kennedys que um pôster foi lançado promovendo os próximos turnês da banda pelo Brasil. Esse cartaz foi divulgado pelo promotor dos shows sem o conhecimento do Dead Kennedys e não foi autorizado.

O Dead Kennedys é uma icônica banda americana de punk que é conhecida pelas suas declarações políticas e tem um forte posicionamento anti-fascista e contra a violência, entretanto, a banda sente que não sabe o suficiente a respeito das situações de outros países para se meter na sua política.

O pôster lançado recentemente não reflete um posicionamento político do Dead Kennedys. A mensagem básica da banda tem sido, e ainda é, a de pedir para que as pessoas pensem por conta própria, e não dizê-las como pensar.

     
 
Compartilhar