Jimmy Page em 2017
Foto: Reprodução / YouTube
 

O último dia 24 de Março marcou o aniversário de 33 anos do disco Dirty Work, do Rolling Stones, que contou com diversas participações. Uma delas é Jimmy Page, do Led Zeppelin.

À época de gravação do álbum, a banda estava dividida entre Keith Richards e Mick Jagger, já que ambos os líderes do grupo queriam direções diferentes para o material da banda. Por conta disso, eram raros os dias em que todos os membros estavam em estúdio, fazendo assim com que fossem necessárias as presenças de vários outros músicos.

Page acabou sendo convidado para tocar em “One Hit (To The Body)”, e no último mês, compartilhou um pouco da experiência em um post em seu Instagram.

Leia:

[Ronnie Wood] entrou em contato comigo enquanto eu estava hospedado no Plaza Hotel em Nova York e me convidou para ir ao estúdio e gravar um pouco de violão em uma faixa de [Keith Richards]. Eu estava realmente pronto para essa ideia, já que eu tinha trabalhado em estúdio antes em uma faixa tocando com Keith no estúdio de Ronnie, no The Wick, em Richmond, Inglaterra.
⠀⠀
Na verdade, a sessão não foi para o álbum de Keith, foi para [os Rolling Stones], e eu gravei vários solos ao longo da faixa. Eu acho que funcionou muito bem. Keith gentilmente me enviou uma garrafa magnum de champanhe depois da sessão.

A garrafa magnum é considerada a melhor para o armazenamento e para servir a bebida, já que proporciona a melhor relação de ar e vinho e faz com que o envelhecimento do champagne chegue perto de um processo ideal.

Ouça a música abaixo!

Mick Jagger

O frontman da banda passou recentemente por uma cirurgia bem séria no coração, tendo de cancelar vários shows do Rolling Stones.

Jagger já está bem, e inclusive compartilhou uma foto de sua recuperação.