David Byrne e Radiohead Hall of Fame
Foto: Reprodução/YouTube
 

Aconteceu na última sexta-feira (29) a cerimônia de 2019 do Hall da Fama do Rock and Roll, e um dos induzidos foi o Radiohead.

Como já havíamos adiantado por aqui, Thom Yorke não se deu ao trabalho de comparecer ao evento, portanto a banda não se apresentou. Quem estava por lá para receber a honraria, entretanto, foram Ed O’Brien (guitarrista) e Phil Selway (baterista).

David Byrne foi o responsável por apresentar o grupo na cerimônia com um discurso pra lá de interessante. O ex-integrante do Talking Heads relembrou que o nome da banda veio de uma canção sua, “Radio Head”, de 1986, e se declarou honrado por isso.

Leia um trecho do discurso:

Fiquei surpreso e muito lisonjeado quando o Radiohead declarou que eles se nomearam com uma música que eu havia escrito. Perguntei a mim mesmo: ‘Por que essa música?’ Ainda não consegui descobrir e, de certa forma, não quero saber. Esta foi uma espécie de música Tex-Mex boba que eu escrevi. Talvez descubramos, quem sabe.

Felizmente, sou um grande fã do grupo. Eles merecem essa honra por dois motivos: a música, a qualidade e a constante inovação na música, mas também pelas inovações em como lançam seu trabalho e como o comercializam e veem o público — coisas que mudaram todo o processo de negócios de música, e há algumas pessoas no mundo da música nesta sala hoje à noite. Eles são criativos e inteligentes em ambas as áreas, o que é uma combinação rara para os artistas — não apenas naquela época ou agora, mas a qualquer momento.

Byrne ainda relembrou momentos chave da carreira do Radiohead, como quando “Creep” deixou de ser tocada em um rádio por ser “depressiva demais”, e quando a gravadora considerou o disco OK Computer (1997) o suicídio da carreira do grupo.

Já O’Brien e Selway, um pouco diferentes de Yorke, se mostraram felizes com a ocasião. O baterista declarou:

O Radiohead pode até ser uma banda inábil e desafiadora para se estar. Nós podemos não ser os melhores músicos do mundo, e nós certamente não somos a banda mais amigável na mídia. Mas nos tornamos muito adeptos ao Radiohead, e quando isso se conecta com as pessoas, é incrível.

O’Brien ainda agradeceu ao resto da banda: “Fazemos isso há 34 anos e ainda estamos fazendo isso. Quero agradecer-lhes por sua integridade, autenticidade e compromisso. Você deve dar valor a todas essas coisas. Eu também quero lhes agradecer pelos músicos que são. Aquela coisa quando tocamos juntos; esse som coletivo que fazemos. Algumas das noites que temos no estúdio ensaiando, são como momentos transcendentais. Eu os agradeço por isso. Mas, acima de tudo, quero agradecer por essa amizade tão profunda.”

Assista aos vídeos logo abaixo.

A cerimônia vai ao ar oficialmente em Abril, pela HBO. Outros induzidos também foram The Cure, Stevie Nicks e mais.