Bombay-Groovy-Singles
Capa por: Sonia Shahid e Leonardo Nascimento
 
Ouça o novo single da Majur!

A Bombay Groovy consegue dizer muito sem precisar de uma sequer palavra.

Em um rock progressivo afundado em um molho de influências de jazz fusion, referências orientais, sitar indiana e até mitologia greco-romana, a banda estreia hoje com exclusividade para o TMDQA! dois singles: “Saturnalia” e “Devi”.

Sobre a banda

Estreando em 2014, o disco homônimo da banda chamou rapidamente a atenção da imprensa e do público, dando abertura para a Bombay tocar no festival Psicodália em 2015, estar entre os finalistas do Samsung E Festival e lotar palcos pelo mundo todo.

Depois da triste perda de seu baixista Danniel Costa em 2015, o grupo a transformou sua dor em mais arte e lançou seu segundo álbum de estúdio, Dandy do Dendê, outro grande sucesso de crítica e público que trouxe para os caras ainda mais reconhecimento e palcos para se apresentarem.

Sobre o lançamento

Depois de um hiato de três anos, a Bombay Groovy resolve retomar os seus trabalhos e nos presenteia com um lançamento de formato diferenciado.

Sem prometer um novo álbum ou um registro maior, a banda aproveita o solstício de inverno para lançar nessa quarta-feira (20), com première no TMDQA!, apenas dois singles: “Saturnalia” e “Devi”.

Como já mencionamos, o grupo procura dizer muitas coisas através de sua música instrumental. E sobre esse lançamento, eles afirmam:

Conceitualmente, as duas faixas se somam antagonicamente: “Saturnalia”  revisita as dionisíacas celebrações romanas do solstício de inverno em honra ao Deus Saturno, correspondente ao Titã Kronos (pai de Zeus, Hades e Poseidon) na religião dos gregos antigos, ao passo que “Devi” faz uma ode ao texto védico Devi Mahatmya que cultua o sagrado feminino através das histórias de Durga e suas diversas facetas.

Mesmo usando de influências da mitologia greco-romana para produzir esses singles, não é em seu folclore que a sua música é baseada, mas sim no espírito livre e desinibido de Dionísio. Assim, a banda cria sua própria mistura e identidade sonora.

O resultado desse verdadeiro caldeirão de influências pode ser conferido nas duas canções presentes no link abaixo:

E também no perfil oficial do Spotify da banda.

Ficha técnica

Rod Bourganos: Sitar indiano, guitarra elétrica, craviola, banjo e theremin
Jimmy Pappon: Órgão hammond, clavinete e piano elétrico
Leonardo Nascimento: bateria e percussão
Otavio Cintra: Baixo

O registro foi gravado, mixado e masterizado no estúdio Play it Again por Caio Torrezan e Rafael Thémes.