Loki Arnaldo Baptista
Foto: Divulgação
 

Arnaldo Baptista, um dos artistas mais respeitados da música brasileira, estreou em 1974 com o disco Lóki?.

Para celebrar os 45 anos desta obra, o ex-baixista da Cachorro Grande, Rodolfo Krieger, segue com seu projeto em homenagem ao Arnaldo e vai reunir no Centro Cultural São Paulo, dia 09 de março (sábado), Helio Flanders, Thunderbird, Cinnamon Tapes e Tatá Aeroplano.

Este timaço apresentará versões de clássicos como “Será Que Vou Virar Bolor?”, “Desculpe” e “Cê Tá Pensando Que Eu Sou Loki?”.

Sobre a expectativa de fazer este mergulho inédito no Lóki?, Rodolfo diz:

É como completar um álbum de figurinhas, era o disco que estava faltando. Lembro de brincar nos ensaios do primeiro show do projeto, dizendo que ‘só faltava o Lóki’. Com certeza, é a realização de um sonho muito antigo de tocar na íntegra, junto com meus amigos, um dos discos mais importantes para a minha formação musical e para a história da música.

Já Hélio Flanders também comenta:

Acho que tive mais influência do Arnaldo do que até mesmo dos Mutantes no meu trabalho, pela coisa lone-singer, uma fragilidade do cantor-compositor e seu piano solitário que eu já tinha encontrado muito no Dylan, Cohen e Joni Mitchell, e quando conheci Lóki fiquei muito tocado, em sequência com o Singing Alone e Let it Bed. Esses álbuns foram fundamentais como referência para que meu primeiro álbum (Uma Temporada Fora de Mim, 2015) existisse.

A banda que vai acompanhar Rodolfo e os convidados é formada pelos músicos Eduardo Barretto (baixo), Pedro Leo (bateria) e Rafael Stanguini (piano).

Confira as informações abaixo!

SERVIÇO – Loki 4.5 no Centro Cultural São Paulo

Local: Rua Vergueiro, 1000 – Sala Adoniran Barbosa
Data / Horário: 09/03, às 19h
Ingresso: R$25 no Ingresso Rápido ou nas bilheterias do CCSP