Trailer Capitã Marvel
Foto: Reprodução/YouTube
 

A bola da vez no cinema de aventura está com a Capitã Marvel, super-heroína que promete revolucionar o universo da Marvel nos cinemas.

Apesar de ter grande importância na história, porém, a moça ainda não é tão conhecida por uma grande quantidade de fãs eventuais de cinema, especialmente o que diz respeito às suas origens nos quadrinhos, que remontam aos longínquos anos 60.

Conheça, então, um pouco mais da “arma secreta” dos Vingadores contra o vilão Thanos, que se mostrou praticamente invencível em Guerra Infinita.

O começo

Criada em 1968 por Roy Thomas e Gene Colan, Carol Danvers apareceu pela primeira vez em Marvel Super-Heroes #13. Ainda muito jovem, ela se alistou na Força Aérea para juntar dinheiro e pagar sua faculdade, mas acabou conseguindo feitos muito mais marcantes.

Depois de um acidente, no qual seu avião colidiu com uma nave alienígena, o DNA de Carol foi exposto à raça Kree. Ela ganhou poderes especiais, como superforça e manipulação de rajadas de energia, e virou a Miss Marvel.

Sim! Antes de ser a Capitã Marvel, ela respondia como Ms. Marvel. Demorou muitos anos até que Carol Danvers se tornasse uma heroína de fato (foi apenas em 1977). No início, ela era aprendiz de um Kree que vivia entre os humanos: o Mar-Vell, ou Capitão Marvel. Foi apenas depois de algum tempo que ela assumiu o posto de Ms. Marvel.

Na verdade, em outros arcos, Carol também respondeu como Binária e Warbird, codinomes em fases distintas na história da heroína. O uniforme dela também passou por grandes alterações, o que agrada boa parte do público por não apelar para a sexualidade da personagem.

Brie Larson como a Capitã Marvel
Capitã Marvel, que estreia em 7 de março (Foto: Divulgação)

Guerra Civil

No arco da Guerra Civil, um dos mais importantes da Marvel nos quadrinhos, a Miss Marvel era uma das heroínas mais importantes do mundo. Ela foi convencida por Tony Stark a atuar sob o registro dos super-heróis, opondo-se, assim, a antigos amigos como Capitão América e Mulher-Aranha.

Apesar dos dilemas morais, Carol foi bastante ativa e não pensou duas vezes antes de colocar em prática as ordens vindas do governo e do lado pró-registro.

Guerra Civil da Marvel, evento com grande participação de Carol Danvers
Na Guerra Civil, a então Ms. Marvel esteve ao lado do Homem de Ferro (Foto: Divulgação)

Capitã Marvel e Guerra Civil II

Foi somente em 2012 que surgiu o título Capitã Marvel, quando ela já estava integrando os Vingadores. Em 2016, a nova cisão no mundo dos super-heróis aconteceu quando Carol e Tony Stark divergiram quanto à forma de usar um Inumano que podia prever o futuro. A Guerra Civil II foi publicada em nove números e aproveitou a hype do filme Capitão América: Guerra Civil, que estava sendo lançado nos cinemas.

A popularidade da Capitã aumentou bastante e já era para ela ter sido incluída em outra produção da Marvel: Jessica Jones, a série da Netflix estrelada por Krysten Ritter. Carol e Jessica são muito amigas nas HQs, mas o filme solo da Capitã Marvel inviabilizou a adaptação para a TV.

O papel da Capitã Marvel cresceu tanto nos quadrinhos que ela passou a ser até um grande ícone militante sobre pautas feministas. Em determinado momento, ela atuou como editora em uma revista feminina do mesmo grupo do Daily Buge (de Homem-Aranha). O chefe de Carol era J. Jonah Jameson, com quem tinha discussões homéricas sobre os rumos que ela queria dar á publicação.

Guerra Civil 2 foi entre Homem de Ferro e Capitã Marvel
O protagonismo da Guerra Civil II foi da Capitã Marvel, batendo de frente com o Homem de Ferro (Foto: Divulgação)

Capitã Marvel em 2019

Indiscutivelmente, este é o ano da Capitã Marvel. Depois de anos de divulgação e expectativas lá no alto, com campanhas em eventos como Comic Con e Super Bowl, o filme estrelado por Brie Larson finalmente está aí.

A adaptação é uma história de origem, com Carol aprendendo a dimensão dos seus poderes com a ajuda de Nick Fury e Phil Coulson, agentes da SHIELD responsáveis pela criação dos Vingadores. A produção se passa ainda nos anos 80 e promete apostar na nostalgia como um trunfo para atrair o público.

Assista ao trailer logo abaixo. Capitã Marvel chega hoje (06) aos cinemas.