Dave Grohl e Billie Eilish
Fotos: Reprodução/YouTube
 
Ouça o novo single da Majur!

Uma fala de Dave Grohl sobre Billie Eilish virou notícia nos últimos dias, já que o vocalista teria comparado a jovem cantora com sua própria banda, o Nirvana.

Acontece que a coisa não foi bem assim, e agora Grohl esclareceu o que realmente falou durante uma conferência com a Live Nation na última terça-feira (12).

Usando o perfil do Foo Fighters no Instagram, o frontman cutucou a revista Variety, que reportou sua fala equivocadamente, e ainda revelou que a comparação foi resultado de uma “paráfrase preguiçosa” da imprensa musical.

Leia a declaração:

Por uma VARIEDADE de motivo, e por respeito à Billie Eilish, eu gostaria de compartilhar a transcrição do que eu realmente disse na convenção da Pollstar no outro dia, ao invés de alguma paráfrase preguiçosa que perdeu completamente o ponto.

‘… Fui ver a Billie Eilish não tem muito tempo. Meu deus, cara. Inacreditável. Minhas filhas estão obcecadas pela Billie Eilish. E o que vejo acontecendo com minhas filhas é a mesma revolução que aconteceu comigo na idade delas. Minhas filhas estão ouvindo Billie Eilish e estão crescendo através de sua música. Ela se conecta totalmente com elas. Então fomos vê-la tocar no Wiltern, e a conexão que ela tem com seu público é a mesma coisa que estava acontecendo com o Nirvana em 1991. As pessoas na plateia conheciam cada palavra. E foi tipo o nosso pequeno segredo. Então eu não sei… e a música dela é difícil de definir! Eu não sei como você chama isso! Eu tento descrevê-la para as pessoas e eu não sei… Eu nem sei como chamá-la. Mas é autêntica. E eu chamaria isso de rock and roll. Então… eu não me importo com o tipo de instrumentos que você usa para fazer isso. Quando eu olho para alguém como Billie Eilish, eu fico tipo… merda… o rock and roll não está nem perto de morrer…

Confira a publicação de Dave Grohl abaixo.

View this post on Instagram

For a VARIETY of reasons, and out of respect for Billie Eilish, I’d like to share the transcript of what I actually said at the Pollstar convention the other day, rather than some lazy paraphrasing that completely misses the point….ahem…. . “….I went to go see Billie Eilish not too long ago. Oh my god man. Unbelievable. My daughters are obsessed with Billie Eilish. And what I’m seeing happening with my daughters is the same revolution that happened to me at their age. My daughters are listening to Billie Eilish and they’re becoming themselves through her music. She totally connects to them. So we went to go see her play at the Wiltern, and the connection that she has with her audience is the same thing that was happening with Nirvana in 1991. The people in the audience knew every word. And it was like our little secret. So I don’t know….and her music is hard to define! I don’t know what you call it! I try to describe her to people and I don’t know……I don’t even know what to call it. But it’s authentic. And I would call that rock n roll. So….I don’t care what sort of instruments you use to do it. When I look at someone like Billie Eilish, I’m like…shit man….rock n roll is not even close to being dead…”

A post shared by Foo Fighters (@foofighters) on