Lars Ulrich e Jerry Cantrell
Foto: Reprodução
 

Em 2007 o mega influente Rage Against The Machine se reuniu para fazer shows após um hiato que vinha desde o ano 2000.

Os responsáveis pelo retorno do grupo foram os organizadores do festival de Coachella, já que a banda voltou para se apresentar por lá como headliner, e deve haver um milhão de histórias em torno da apresentação, mas uma delas em especial acabou de ser revelada.

No seu programa de rádio na Beats 1, da Apple, o baterista do Metallica, Lars Ulrich, recebeu o lendário Jerry Cantrell, do Alice In Chains, e por lá se lembrou de bons tempos ao lado da música, contando sobre road trips juntos e a descoberta de novos sons (via Alternative Nation):

Lars Ulrich: Eu tive a sorte de ouvir algumas das origens e do nascimento de alguns dos seus últimos discos em viagens de carro.

Jerry Cantrell: Oh yeah.

Lars Ulrich: Eu acho que naquela vez em que viajamos para o Coachella para ver o Rage Against The Machine.

Jerry Cantrell: E coisas suas também. Eu passei muitas viagens de carro com você. É assim que se deve ouvir Rock And Roll.

Lars Ulrich: É isso.

Jerry Cantrell: Mostre aos seus amigos suas merdas no carro.

Lars Ulrich: É isso. “Porra, ouça isso”. “Vamos lá, pare de falar para que eu possa ouvir”.

Em outros momentos da entrevista, Lars pergunta para Jerry como ele se sente morando em Los Angeles, e o músico que cresceu na prolífica cena de Seattle disse que sempre será um cara de Seattle.

Vale lembrar que em 2009 o Alice In Chains lançou Black Gives Way To Blue, seu primeiro disco em 14 anos e o primeiro sem o vocalista Layne Staley, morto em 2002, então deve ser a respeito desse trabalho que Lars falou já que ouviu suas origens em 2007.

LEIA TAMBÉM: o Lars Ulrich acabou de cantar no Metallica e claro que não deu boa