Freddie Mercury Rami Malek Bohemian Rhapsody
Foto: Divulgação
 

Rami Malek, ator que interpretou Freddie Mercury no filme Bohemian Rhapsody, se manifestou a respeito das denúncias de abuso contra o diretor Bryan Singer.

Ontem (1), Rami recebeu um prêmio do Santa Barbara International Film Festival e foi questionado por Scott Feinberg, do The Hollywood Reporter, a respeito da situação, dizendo:

Meus sentimentos estão com qualquer pessoa que tenha que viver com qualquer coisa que eu ouvi a respeito e que foi publicado por aí. É terrível, é notável que isso aconteça, eu posso entender muito o que essas pessoas passaram e como isso deve ser difícil para elas. Na era do movimento #MeToo é algo terrível que uma coisa assim ainda pareça existir.

Bryan Singer e Rami Malek

Quando perguntado especificamente sobre seu relacionamento com Bryan Singer, o ator Rami Malek disse que não queria desviar o foco principal do Queen e de Freddie Mercury, mas revelou:

Eu não quero que ninguém sinta que não possa falar sobre esses casos. Eu sentei aqui e falei sobre como todo mundo merece ter sua voz ouvida e qualquer pessoa que queira falar sobre o que aconteceu com Bryan merece ser escutada. Na minha situação com o Bryan, não foi agradável, nem um pouco. E é só isso que eu posso dizer no momento.

O ator ficou emocionado, foi aplaudido pela plateia e continuou:

Para qualquer pessoa que esteja procurando qualquer tipo de consolo nisso tudo, Bryan Singer foi demitido. Bryan Singer foi demitido e eu não acho que as pessoas esperavam que isso iria acontecer, mas eu acho que teve que acontecer e aconteceu.

 

Vale lembrar que Bryan Singer foi afastado da produção quando ela já estava no final e ainda é creditado como o diretor do longa oficialmente.

Por isso, ele ainda deve levar alguns bons milhões de dólares para casa, como nós falamos por aqui.