Let it Be - Beatles
Foto: Divulgação
 

Notícia incrível para os fãs dos Beatles!

Junto das comemorações de 50 anos do último show da banda, foi anunciado que um documentário sobre as gravações de Let It Be (1970), último disco do grupo, será lançado em breve.

O responsável por dirigir a produção é ninguém menos que Peter Jackson, diretor de filmes como O Senhor dos Anéis. Jackson recebeu cerca de 55 horas de filmagens e mais de 140 horas de áudio das sessões de gravação, que serão remasterizados, coloridos e ainda convertidos em 3D (!). Sensacional, né?

Sobre a experiência, o diretor declarou (via CoS):

[O filme será] a melhor experiência de [ser uma] ‘mosca na parede’ com a qual os fãs dos Beatles sempre sonharam — é como uma máquina do tempo que nos transporta de volta a 1969, e sentamos no estúdio vendo esses quatro amigos fazerem ótimas músicas juntos. Fiquei aliviado ao descobrir que a realidade é muito diferente do mito. Depois de rever todas as filmagens e áudios que Michael Lindsay-Hogg filmou durante os 18 meses antes de se separarem, é simplesmente um incrível tesouro histórico. Claro, há momentos de drama — mas nenhuma das discórdias com as quais esse projeto está associado há muito tempo. Assistir John, Paul, George e Ringo trabalhando juntos, criando músicas clássicas do zero, não é apenas fascinante — é engraçado, edificante e surpreendentemente íntimo.

O documentário ainda não tem nome e nem data de estreia, mas tem total aprovação dos membros sobreviventes dos Beatles. Além de Paul McCartney e Ringo Starr, a viúva de John Lennon, Yoko Ono, e a viúva de George Harrison, Olivia Harrison, também estão colaborando com o projeto.

Logo após o lançamento deste documentário, o filme original de Let It Be, que chegou junto do disco e foi dirigido por Michael Lindsay-Hogg também será relançado.

LEIA TAMBÉM: O dia em que Paul McCartney, Jay-Z e Linkin Park tocaram juntos