Pedro Mann
Foto: Divulgação
 

A identidade de gênero virou alvo de polêmica nas últimas semanas após a atual ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves, afirmar que “menino veste azul e menina rosa”. E é este tema que Pedro Mann aborda em seu novo single.

A canção, porém, não foi escrita por conta do caso. Mann conta que, há menos de dois anos, assistiu ao documentário The Mask You Live In, que aborda a hipermasculinidade e que foi a motivação da letra.

Sobre a música, ele explica:

Resolvi falar de gênero e me veio esse refrão em forma de pergunta: ‘por que rosa é de menina e azul é de menino?’ Eu não queria falar somente sobre o papel do homem na sociedade, queria falar sobre gênero”, revela o artista.

Pedro mexeu em sua agenda de lançamentos para priorizar “Menino e Menina” para manter a discussão viva, e afirmou:

Estou priorizando outros lançamentos e meu disco novo, mas senti que agora passamos por um retrocesso. Esse é o momento certo para falar sobre essa questão. Não é coincidência eu ter escrito isso há um ano e meio e ela ter falado isso agora. Só reflete o retorno de um conservadorismo que não é de hoje. As coisas na sociedade andam em ondas, em ciclos. Infelizmente estamos numa época em que o conservadorismo está voltando e temos que falar sobre isso. Devemos ter cuidado.

Confira o clipe e a letra da cação logo abaixo!

Letra de “Menino e Menina”, por Pedro Mann

Quando um menino nasce
Nasce um ser humano
Que deveria ser um pouco mais humano
Mas não acontece assim
Desde pequeninim
O mundo ensina que é melhor
Ser um bom soldadim

Quando uma menina nasce
Ganha uma boneca
Se tenta qualquer ousadia
O mundo breca
Vai brincar de casim
E ser uma princesim
Não pode jogar bola
Nem correr pelo parquim

As barreiras são feitas pra se quebrar
E agora só nos resta perguntar

Porque rosa é de menina
E azul é de menino?
Azum é de menino
E rosa é de menina?

Estereótipos que a vida nos ensina
Quem é que diz o que combina
Ou não combina
O preconceito faz um muro
E a gente passa por cima

     
 
Compartilhar