Movimento Punk Rock no Brasil é destaque em exposição em SP
Foto: Alexandre Cruz / Divulgação
 

A exposição “Não Temos Condições de Responder a Todos” é um apanhado do movimento punk rock que aconteceu no Brasil nos anos 80 e 90. Fanzines, fitas K7’s, vinis, cartazes de shows, entrevistas, cartas e fotografias estarão disponíveis para visitação no Sesc Consolação a partir desta quinta-feira (24).

O curador Alexandre Cruz “Sesper”, artista plástico e vocalista da banda Garage Fuzz, explica que na exposição é apresentado todo o processo criativo que uma banda ou fanzine deveria passar para criar conteúdo audiovisual na época. Além disso, toda a ideologia do movimento punk também é destaque no evento.

O nome do evento surgiu de uma frase escrita por Marcilio Lopes e publicada no fanzine Crude Reality. Ela remete à realidade vivida na época em que o volume de cartas recebidas era absurdamente alto e impossível de ser respondido.

A exposição também enaltece a cultura “Do It Yourself”, em português “Faça Você Mesmo”, que durante muito tempo foi empregada na confecção dos materiais de divulgação das bandas. Sem orçamento para custear seus projetos, essa cultura tornou-se item obrigatório para aqueles que buscavam ingressar na cena punk, desenvolvendo seu próprio conteúdo e estética, com as ferramentas, técnicas e materiais disponíveis.

A exposição é gratuita e pode ser visitada até o dia 5 de Março. Ela está aberta de segunda a sexta, das 10h30 às 21h30; e aos sábados e feriados, das 10h30 às 18h30.