Phoenix no Popload Festival 2017
Foto por Stephanie Hahne
 

Agora foi a vez do Phoenix se pronunciar sobre o caso R. Kelly, que tem dezenas de denúncias de abuso sexual nas costas.

A banda emitiu um comunicado via Twitter dizendo se arrepender de ter trabalhado com o rapper no passado. Em 2013, o grupo lançou um remix da música “Trying to be Cool” com participação de Kelly, além de convidá-lo para um show no Coachella aquele ano.

Leia:

Estamos profundamente horrorizados com as histórias de abuso sobre R. Kelly. Nos arrependemos por não termos nos informado melhor e ter tido mais discernimento quando trabalhamos com ele antes. Apoiamos completamente todas as vítimas de abuso sexual, e é nossa esperança que este seja o caminho para a justiça.

A última passagem do Phoenix pelo Brasil foi em Fevereiro de 2018.

R. Kelly

O rapper está sendo acusado de diversos crimes, incluindo estupro de menores, agressões, e ainda de manter um culto sexual.

Um documentário chamado Surviving R. Kelly foi ao ar nos últimos dias, e o único artista disposto a participar das filmagens foi John Legend. O músico disse “não dar a mínima para proteger um estuprador de crianças em série.” Diante da repercussão do caso, Kelly tentou expor as vítimas com um site onde “desmascarava” as mulheres, mas que já está fora do ar.

Quem também se pronunciou foi Lady Gaga, que trabalhou com o músico em seu disco Artpop. Leia a declaração clicando aqui.

     
 
FonteBrooklyn Vegan
Compartilhar