20 – The Smashing Pumpkins – Shiny and Oh So Bright, Vol. 1 / LP: No Past. No Future. No Sun.

Shiny and Oh So Bright, Vol. 1 No Past. No Future. No Sun - Smashing Pumpkins

Após a reunião com a formação clássica quase completa, o Smashing Pumpkins lançou seu primeiro disco em um bom tempo e o álbum traz em cada uma de suas faixas elementos que consagraram o grupo como um dos maiores nomes do rock alternativo no mundo todo durante os anos 90 e 2000.

 

19 – Linda Martini – Linda Martini

Linda Martini - Linda Martini

Linda Martini é uma daquelas bandas que você irá ouvir e querer se aprofundar na carreira logo depois.

Direto de Portugal, o grupo faz post-rock e post-hardcore como poucas no mundo todo, mostrando canções pegajosas, instrumentais maravilhosos e vocais incríveis. No seu quinto disco, homônimo, tudo isso aparece muito bem calculado como uma espécie de “Mars Volta português”.

 

18 – Mastersystem – Dance Music

Mastersystem - Dance Music

Mastersystem foi um supergrupo que lançou seu primeiro e único disco de estúdio, Dance Music, em Abril de 2018.

Com integrantes vindos de bandas de rock alternativo que caminham por estradas mais calmas, a banda mostrou uma sonoridade mais intensa e interessante, e o registro acabou se tornando um marco para seus músicos que viveram uma verdadeira tragédia no ano.

Scott Hutchison, que formou o Mastersystem ao lado do seu irmão Grant Hutchison (ambos do Frightened Rabbit), se suicidou apenas um mês após o lançamento do álbum.

 

17 – Turnstile – Time & Space

Turnstile - Time & Space

Havia algum tempo que o hardcore não produzia um disco tão bom quanto Time & Space, do Turnstile.

Intenso e acompanhando as apresentações ao vivo dos norte-americanos de Baltimore, o álbum foi produzido pelo influente Will Yip (Circa Survive, Panic! At The Disco, Title Fight, The Menzingers).

 

16 – Laura Jane Grace & the Devouring Mothers – Bought To Rot

Laura Jane Grace & The Devouring Mothers - Bought To Rot

Laura Jane Grace é a incrível líder do Against Me!, mas em 2018 ela resolveu se dedicar a um novo projeto solo.

Convocou o baterista Atom Willard e o baixista Marc Hudson para gravar 14 faixas viscerais e pessoais onde nos apresentou algumas de suas letras mais pessoais e as angústias pelas quais passa hoje em dia, como o ódio pela cidade de Chicago, onde vive.

TNT Energy Drink

15 – Courtney Barnett – Tell me how you really feel

Courtney Barnett - Tell Me How You Really Feel capa

Trovadora dos tempos modernos, a australiana Courtney Barnett tinha uma tarefa árdua ao suceder seu disco de estreia, lançado em 2015, considerado por muitos como o melhor daquele ano.

A talentosa e jovem artista se saiu muito bem com Tell Me How You Really Feel, mais um disco onde parece conversar com o ouvinte através de suas letras e sua guitarra.

 

14 – Shame – Songs Of Praise

Shame - Songs Of Praise

Uma das boas estreias de 2018, a banda britânica Shame nasceu em Londres há quatro anos e lançou seu primeiro disco, Songs Of Praise, em Janeiro.

Post-punk dos bons, carregado do típico sotaque britânico, o disco foi um dos mais contundentes do ano quando o assunto é Rock And Roll.

 

13 – Spiritualized – And Nothing Hurt

Spiritualized - And Nothing Hurt capa

A influente banda Spiritualized voltou com seu primeiro disco de estúdio em seis anos, o oitavo da carreira, e fez bonito demais com And Nothing Hurt, acompanhado de um pacotão visual espacial que nos levou a outras dimensões com as suas nove faixas.

 

12 – The Internet – Hive Mind

The Internet - Hive Mind

Misturando funk, jazz, blues e mais, o incrível grupo The Internet lançou seu quarto disco de estúdio em 2018 com Hive Mind, um dos raros álbuns do ano com quase uma hora de duração que parece que passam como um raio, tamanho o talento dos músicos para compor canções grandiosas.

 

11 – Janelle Monáe – Dirty Computer

Janelle Monáe - Dirty Computer

Em seu terceiro disco de estúdio, o primeiro em cinco anos, a sensacional Janelle Monáe literalmente mostrou uma faceta diferente a cada uma das 14 faixas que apresentou.

Tem hip hop, tem funk, tem R&B, tem pop e tem muita participação especial também, com nomes como Pharrell Williams, Grimes e Brian Wilson.

Página AnteriorPróxima Página