40 – Emma Ruth Rundle – On Dark Horses

Emma Ruth Rundle - On Dark Horses

Emma Ruth Rundle tem seu nome ligado a bandas incríveis como a Red Sparrowes, que faz post-rock de primeira. Em sua carreira solo já lançou diversos títulos pela influente Sargent House e em 2018 voltou com On Dark Horses, onde mostra sua mistura do gênero que apresenta com o grupo a outros como country e indie.

 

39 – Low – Double Negative

Low - Double Negative

Double Negative é o décimo segundo disco de estúdio da influente banda norte-americana Low, que três anos depois do seu último trabalho volta com mais um grande título recheado de dream pop e drone em lançamento da Sub Pop.

38 – Daughters – You Won’t Get What You Want

Daughters - You Won't Get What You Want

O quarto disco de estúdio da banda Daughters, primeiro pela Ipecac (Mike Patton), bebe em ótimas fontes do rock industrial para criar uma atmosfera caótica, barulhenta e incrível.

TNT Energy Drink

37 – Halestorm – Vicious

Halestorm - Vicious

O Halestorm está fazendo Rock And Roll do mais visceral e confessional que existe na atualidade, tentando conversar com uma molecada que, infelizmente, não está ligada ao gênero. Vicious, quatro disco da banda, mostra a vocalista Lzzy Hale cantando abertamente sobre fazer o que quer, como em “Uncomfortable”, e explicitamente sobre sexo casual, como em “Do Not Disturb”.

 

36 – Jack White – Boarding House Reach

Capa do novo disco de Jack White

O terceiro disco de estúdio na carreira solo de Jack White é completamente experimental e o músico deixou isso bem claro desde o início. Em Boarding House Reach o influente guitarrista e vocalista mistura seus riffs com elementos de diversos outros gêneros, inclusive eletrônicos.

 

35 – The Longshot – The Longshot

The Longshot

Billie Joe Armstrong é um cara talentoso: não apenas conduz o Green Day, uma das bandas de rock mais influentes da história, como nesses 32 anos ainda encontrou tempo para se aventurar em projetos paralelos sempre muito interessantes.

Em 2018 foi a vez do The Longshot, onde Billie reuniu amigos de outras bandas para apresentar as suas influências de Rock And Roll dos anos 60, 70 e 80 no disco Love Is For Losers.

 

34 – The Interrupters – Fight The Good Fight

The Interrupters - Fight The Good Fight

O ska/punk é um estilo que não tem lá muito sucesso desde os Anos 90 mas o quarteto The Interrupters definitivamente fez com que o gênero se tornasse interessante novamente e o terceiro disco da banda, Fight The Good Fight é o melhor trabalho na discografia do grupo.

 

33 – Basement – Beside Myself

Basement - Beside Myself

A banda britânica Basement é uma daquelas que parece nunca errar quando lança seus novos sons e o quarto disco de estúdio, Beside Myself, mostra que o grupo continua inventivo ao se apoiar na sonoridade clássica que carrega fazendo rock alternativo, indie, emo e post-hardcore.

 

32 – Khruangbin – Con Todo El Mundo

Khruangbin - Con Todo El Mundo

Com certeza absoluta o trio norte-americano Khruangbin foi a maior surpresa de 2018 na música alternativa internacional.

Laura Lee, Mark Speer e Donald “DJ” Johnson formam um grupo poderoso que mistura psicodelia, funk e música instrumental com ritmos globais e no seu segundo disco, Con Todo El Mundo, bebe nas fontes da música espanhola e do Oriente Médio.

 

31 – Christine And The Queens – Chris

Capa do álbum "Chris", de Christine and the Queens"

Em seu segundo disco, a surpreendente Christine And The Queens, de Héloïse Letissier, voltou a mostrar sua abordagem única para o pop e o fez com um álbum que teve versões lançadas em Inglês e Francês.

Página AnteriorPróxima Página