Iron Maiden no Rio de Janeiro, 2009
Foto do Iron Maiden via Shutterstock
 
Ouça o novo single da Majur!

O Iron Maiden, além de sua vasta discografia de estúdio, tem uma longa coleção de discos ao vivo que retratam todas as fases da Donzela de Ferro no palco. De forma oficial são 12 no total.

Separamos cinco desses discos fundamentais para compreender a banda em ação e você pode ver a nossa lista logo abaixo.

 

5 – The Book Of SoulsLive Chapter (2017)

Iron Maiden - The Book Of Souls (Live Chapter)

Marca a turnê de The Books Of Souls, que sacramentou o retorno da boa fase do Maiden em lançamentos de estúdio.

Com faixas gravadas ao redor do mundo, onde cada continente entrou com pelo menos um país, o Brasil foi incluído com “Fear Of The Dark” registrada em Fortaleza e “Wasted Years” gravada no Rio de Janeiro. O setlist mais uma vez teve a escolha de Steve Harris e acabou focando no último trabalho da banda somado a alguns clássicos de épocas diferentes.

Vale muito para ver quanto o Iron Maiden ainda consegue, após todos esses anos, emocionar os fãs fazendo grandes shows e provando por que é praticamente uma religião com muita lenha pra queimar.

 

4 – Live At Donington (1993)

Iron Maiden - Live At Donington

A sequência desse registro, produzido pelo patrão Steve Harris, contempla todas as fases da banda até então, onde todos os trabalhos tiveram pelo menos uma música no setlist matador de vinte faixas. Na época do lançamento, apenas uma capa branca com o nome da banda e do álbum foi apresentada, fato inédito pois era a primeira vez que o mascote Eddie não estampava a frente de um disco do Iron Maiden.

 

3 – A Real Live One (1993)

Iron Maiden - A Real Live One

Serviu para registrar os anos entre 1986 e 1992, período dos discos Somewhere In Time, Seventh Son Of A Seventh Son, No Prayer For The Dying e Fear Of The Dark, que apresentavam grandes diferenças sonoras, evidenciadas principalmente pelo uso de sintetizadores e teclados, mais evidentes nos dois primeiros trabalhos citados.

 

2 – Rock In Rio (Live) (2002)

Iron Maiden - Rock In Rio Live

O registro marcou a turnê de retorno de Bruce Dickinson aos vocais, após ficar fora nos discos X-Factor e Virtual XI que tiveram Blaze Bailey à frente da banda. Brave New World, disco promovido na turnê, foi extremamente bem recebido por público e crítica, representando um renascimento do Maiden com mais novidades: o retorno de Adrian Smith (que também estava de volta à formação) e Janick Gers nas guitarras.

Já que estamos falando de retornos, a edição de 2001, na qual o disco foi gravado, também marcava a volta do Rock in Rio após um hiato de dez anos.

 

1 – Live After Death (1985)

Iron Maiden - Live After Death

O histórico discurso de Winston Churchill na Câmara dos Comuns durante os ataques nazistas na Segunda Guerra Mundial em 1940 abre o melhor ao vivo do Iron Maiden, gravado em 1985 na gigantesca Slavery World Tour, que rodou o mundo com quase 200 shows para promover o clássico Powerslave.

Entre os vários destaques e novidades na época, as afiadas “Aces High”, “2 Minutes To Midnight”, os 13 minutos de “Rime Of The Ancient Mariner” e “Powerslave”. O disco ainda traz faixas do consagrado The Number Of The Beast como “Run To The Hills” e a música que dá nome ao primeiro do Iron Maiden com Bruce Dickinson nos vocais.

Foi durante a Slavery World Tour que a banda veio ao Brasil pela primeira vez, no Rock in Rio em 1985.