Daíra no clipe de
Foto: Floriza Rios
 

A niteroiense Daíra provou seu grande talento como intérprete no álbum Amar e Mudar As Coisas. O álbum contém 10 músicas de Belchior em versões repaginadas com a bela voz bela da cantora.

Além de já ter nos provado ser muito boa em performances ao vivo, Daíra lançou oficialmente o seu primeiro clipe a partir dos frutos deixados pelo álbum. É o vídeo oficial para “Princesa do Meu Lugar“, faixa de autoria de Belchior que nunca chegou a ser gravada em estúdio por ele.

O vídeo é resultado de uma road trip da cantora pelo Ceará, estado natal tanto de Belchior quanto dos avós de Daíra. As imagens retratadas no clipe mostram as cidades de Sobral (cidade onde o compositor nasceu), Fortaleza, Senador Pompeu, Guaramiranga e Jijoca de Jericoacoara. Em sua viagem, a cantora visitou lugares frequentados pelo saudoso compositor, como a escola onde estudou, e também se apresentou no festival local Sobral Canta Belchior.

Também são enfatizadas as belezas do estado, como as famosas praias e as belas florestas, por exemplo. Durante essa viagem imersiva na realidade de seu artista favorito, Daíra estava acompanhada da cinegrafista cearense Floriza Rios.

E não foi apenas isso. Daíra conheceu pessoalmente a família de Belchior. O clipe conta com a participação dos irmãs de Belchior Ângela e Nilson, da cunhada Silvia e da sobrinha Priscila. A família dividiu histórias do compositor com Daíra, e elogiou o trabalho feito por ela.

Daíra e Nilson Belchior
Daíra e um dos irmãos de Belchior, Nilson. Foto: Floriza Rios

“A terra toda é uma ilha”

A faixa “Princesa do Meu Lugar” fala sobre o êxodo rural, sobre quem tenta a vida longe do lugar onde nasceu. Segundo a própria Daíra:

É a história de milhões de brasileiros que saem de seu lugar de origem, sem previsão de volta, e que talvez nunca retornem. Mesmo assim, eles carregam na memória as características do seu lugar, o amor e a família que deixaram para trás e a saudade que aperta no peito ao lembrarem de seus queridos e do seu lugar.

O elemento feminino também se mostrou uma forte vertente na música. Daíra dedica a gravação à sua mãe. É uma homenagem a todas as mulheres que precisam ou que precisaram lidar com mudanças na vida.

Confira abaixo o belo resultado final: