bullet bane
Foto: Divulgação
 

Em Agosto, o Bullet Bane anunciou a saída de Victor Franciscon, vocalista e um dos fundadores da banda. A notícia pegou os fãs de surpresa e marcou uma mudança muito significativa na trajetória do grupo.

Recentemente, Arthur Mutanen Tai foi anunciado como novo vocalista e, agora, a banda lança o seu primeiro trabalho com essa nova formação: o single “Cura”, que chega com um belo videoclipe, em primeira mão aqui no TMDQA!.

Com direção de Murilo Amancio, fotografia de Bruno Pacine e assistência de João Bonafé, o vídeo foi gravado em Itu, no interior de São Paulo. “Queríamos muito que o clipe fosse feito por pessoas próximas da gente, por saberem e entenderem o que passamos nos últimos tempos”, explica o guitarrista Fernando Uehara.

Ele conta que existia um desejo antigo de criar um vídeo com uma produção diferente de tudo que já fizeram, tanto na questão visual, quanto de equipamentos e na musicalidade. “Juntar a produção da banda com todas as ideias que a equipe teve foi a mistura perfeita para ser o nosso single de estreia do Arthur”, finaliza.

Sobre a nova fase do Bullet Bane, o guitarrista Danilo de Souza diz que ela representa um recomeço, mas não do zero: “Temos muitos amigos e pessoas que admiram nosso trabalho e irão continuar a trocar energia com a gente, assim como fizeram nos últimos quase 10 anos de banda”.

Todo o processo de composição e gravação do single foi feito no Estudio Toth e Danilo afirma que ele ainda tem muito do ultimo disco do grupo, Continental.

O Arthur é um músico muito criativo e produz muito, então o processo foi muito legal e tranquilo pra nós todos. Estamos compondo e preparando um disco novo para o ano que vem, e não vemos a hora de cair na estrada novamente!

Já sobre a saída de Victor, o baterista Renan Garcia afirma que ter banda é algo muito delicado:

O relacionamento é complexo e tocar junto é apenas uma parcela pequena, a convivência engloba muitos outros aspectos. Nós temos muito carinho por tudo que fizemos junto com o Victor, mas chegou num momento delicado onde as ideias não caminhavam pra mesma direção. Ele tomou algumas decisões e nós também, e uma delas foi manter a banda viva, pois todas as pessoas que estão no nosso convívio sabem o quanto isso significa para nós. A entrada do Arthur pra banda foi algo bem natural. Já o conhecíamos e sabíamos do potencial e da cabeça que ele tem. Com certeza ele trouxe uma carga de sangue novo necessária para nós.

Ainda de acordo com o baterista, nos shows que fizeram até agora tem havido muito carinho e compreensão do público. O Bullet Bane vai fechar o ano de 2018 com a gravação do registro ao vivo do Coletivo Rajada, e no começo do ano que vem, deve lançar um acústico e na sequência o álbum novo, acompanhado de uma tour pelo Brasil todo.

Assista ao vídeo de “Cura”:

 
 
Compartilhar