Oficina Conexidade
Crédito: Facebook/ Negalê Jones
 

Depois de seu lançamento em Agosto no Rio de Janeiro, o Conexidade, idealizado pela Rio de Negócios e apresentado pela Oi e Oi Futuro, já promoveu uma séries de ações ao redor da cidade para melhorar a vida das pessoas e transformar a sociedade, impulsionando iniciativas colaborativas e inovadoras que ajudam a fomentar conexões que potencializam o desenvolvimento pessoal e coletivo.

A mais recente delas foi a oficina “Amplificador Etnobotânico”, ministrada na última quarta-feira, 28 de Novembro, pelo músico Negalê Jones no Lab Oi Futuro, no Flamengo, dentro da residência artística Transmedia Lab. Na aula, o também educador e artista audiovisual ensinou artistas residentes do instituto a tirarem sons a partir da experiência de conectar plantas à circuitos eletrônicos.

Para ser mais claro, a residência mostrou como criar objetos sonoros ao amplificar o resultado elétrico do contato entre as mãos e as flores. A aula tinha como base aspectos de culturas ancestrais, o cenário e o imaginário dos povos originários das florestas do Brasil e o encontro de tais peculiaridades com a tecnologia contemporânea.

Negalê, que cria trilhas sonoras no coletivo eletroacústico Lounge C e produz cenografias interativas no projeto 4Tx, também desenvolve uma pesquisa sobre ritmos naturais e as relações entre a bioeletricidade humana e a etnobotânica, além de ministrar a oficina de entretenimento educativo “Afetos Sonoros” e o laboratório eletrônico “Naif”.

Se você se interessou pela proposta do “Amplificador Etnobotânico”, aqui vai uma notícia animadora: tudo que Negalê ensinou aos artistas residentes do Transmedia Lab ele vai mostrar ao público durante uma ocupação que vai tomar conta da Praça XV, no Centro do Rio, nos dias 15 e 16 de Dezembro.

Por meio da curadoria de Batman Zavareze, dez profissionais em alta no mercado vão apresentar no evento obras de arte digitais que vêm sendo produzidas por eles durante estes meses de residência no projeto. Já a direção musical será de Pretinho da Serrinha.

A ocupação, que começa às 16h de sábado (15), vai se estender até a madrugada e promete agitar o público presente com dois palcos com shows, arenas de experimentação e oficinas.

O evento ainda trará performances, desafios de skate (que contam com Bob Burnquist na curadoria), espetáculos de luz, arte digital, espaços de convivência e circuito de gastronomia com sabores de rua da cidade.

Voltado para a promoção da arte, tecnologia e esporte, o Conexidade, que tem patrocínio da Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro e da Oi, carrega o desafio de propor soluções para unir pessoas e instituições através do estímulo à criatividade e do estabelecimento de ambientes favoráveis que visam o bem estar de todos.