Marcelo Camelo
Fonte: Wikimedia Commons
 

Marcelo Camelo está de volta com um projeto um tanto quanto inusitado. Dessa vez, o músico resolveu investir na música clássica para retomar sua carreira.

A Banda do Mar, composta por Camelo, Mallu Magalhães e Fred Ferreira, teve seu último trabalho lançado em 2014, e desde então o músico havia dado uma pausa nos lançamentos. Isso mudou já que agora ele voltou à ativa de surpresa com “Primitiva”, que é uma sinfonia que possui cerca de 30 minutos de duração, sendo orquestrada e composta pelo próprio.

Camelo começou a trabalhar na sinfonia em 2015 e a música foi executada pela Orquestra Filarmônica da Cidade de Praga por mais de 80 músicos, com influências assumidas de compositores como Brahms, Mahler e Alberto Nepomuceno. Sobre a obra que havia sido adiantada pra gente pela cantora Mallu Magalhães em entrevista, o músico explica:

Esta música contém a ideia da comunicação de sentimentos primordiais em uma linguagem simples, direta, em oposição à comunicação de sentimentos mais complicados através de uma linguagem sofisticada. Fala de morte e vida, deste ciclo. Por isso também este nome. Além disso, a música é uma linguagem insubordinada às outras, fala por si e carrega em si significados que só podem ser relacionados por metáforas. É também primitiva neste sentido.

Confira o novo som!

Ouça o novo disco do The Who!