Rami Malek como Freddie Mercury
Foto: Divulgação
 

Quem aí já assistiu Bohemian Rhapsody e ficou hipnotizado pela história de Freddie Mercury? O ator Rami Malek, que o interpreta no longa, sentiu a mesma coisa.

Em uma nova entrevista, Malek admitiu que gostaria de ter mergulhado mais fundo na vida pessoal do frontman do Queen para seu papel. A declaração vem pouco depois de fãs acusarem o filme de “deixar Freddie muito hétero”, omitindo diversos ângulos de sua bissexualidade.

O ator declarou:

Há apenas uma eloquência e elegância nele que você vê quando ele está no palco, e então você pode [ver] de onde tudo isso nasceu. Quero dizer, muitos artistas não vestem uma roupa de couro da cabeça aos pés, tomam uma taça de champanhe e pedem à sua audiência para se despir, se quiserem. E ele ainda sai com essa essência da realeza.

Ele ainda completou:

Eu apenas continuei pressionando por mais aspectos de sua vida. Eu não sei se estamos satisfeitos com isso.

Nesta semana, saiu a notícia de que a política de censura da Malásia cortou cenas que exibem “conteúdo homossexual” do longa, como por exemplo a cena em que Freddie Mercury se assume bissexual para sua então noiva, Mary Austin (Lucy Boynton). Leia mais clicando aqui.