Oli Herbert, do All That Remains
Foto: Wikimedia Commons
 

Em Outubro passado nós recebemos a triste notícia de que Oli Herbert, guitarrista da banda de metalcore All That Remains, morreu aos 44 anos de idade.

Cerca de um mês depois, a causa da morte foi revelada como afogamento, e o acidente deve ter sido provocado pelo excesso de anti-depressivos e remédios para dormir, encontrados na corrente sanguínea do músico.

A revelação veio a partir da esposa de Oli, Beth, que publicou o seguinte:

Bom dia a todos, quem fala aqui é a Beth. E realmente É um bom dia; os resultados do exame toxicológico chegaram, bem como a causa da morte do meu marido!

Causa da morte – Afogamento; Exames toxicológicos – Oli aparentemente estava se auto-medicando para curar um transtorno maníaco-depressivo que é presente em sua família há muitas gerações. Anti-depressivos foram encontrados no seu sangue, bem como remédios para dormir. Os remédios controlados encontrados em seu sistema eram os mesmos que um parente próximo tomou há muito tempo, então ele sabia o que procurar para o ‘tratamento’. Já que ele não estava se consultando (e não iria se consultar) com um médico para ser diagnosticado e não tinha receitas para tomar remédios nem era monitorado, isso explica seu comportamento estranho aqui em casa.

Quanto ao motivo pelo qual o funeral foi cancelado; o motivo é a preocupação pela minha segurança pessoal e pela casa devido a várias ameaças a ambas.

Se alguém souber onde Oli estava comprando os remédios, por favor avise à polícia.

All That Remains

Oli morreu poucos dias antes do lançamento do novo disco do All That Remains, Victim of the New Disease, que foi lançado ontem (09) e tornou-se o último da banda com o co-fundador e guitarrista.

 
 
Compartilhar