Lady Gaga em Veneza, 2018
Foto de Lady Gaga via Shutterstock
 

A cantora Lady Gaga tem falado abertamente há algum tempo sobre as questões de saúde mental.

Além de falar que ela própria passou por momentos difíceis nos últimos anos, ela aproveita toda oportunidade que tem para dizer que o mundo todo precisa priorizar os debates sobre essas questões, já que ultimamente temos perdidos tanta gente para a depressão.

Em um discurso de 23 minutos onde aceitou um prêmio da SAG-AFTRA Foundation, ela tocou no assunto e falou sobre suicídio:

Estamos perdendo uma geração de jovens que não acreditam que as suas vozes valem a pena, que sua dor não tem fim. E que as suas contribuições não têm valor o suficiente para mudar a sociedade e a cultura. Estamos vivendo uma crise de proporções épicas e a causa dessa crise é a nossa inabilidade ou falta de vontade para sermos abertos e honestos a respeito de uma coisa – saúde mental hoje em dia.

Quando eu dou discursos sobre empatia, as pessoas normalmente têm começado grandes discussões, mas quando eu falo sobre saúde mental, mesmo ou especialmente quando falo da minha, normalmente encontro silêncio. Ou talvez uma fila sombria de fãs esperando lá fora para sussurrar para mim às sombras a respeito dos seus mais profundos segredos.

Nós precisamos colocar a saúde mental em evidência. Precisamos compartilhar as nossas histórias para que a saúde mental não seja mais ignorada. Isso é perigoso e nós sabemos disso através de casos de tiroteios e atos de violência.

Lady Gaga

Em outra notícia relacionada, a cantora foi mais uma celebridade que teve de sair às pressas de casa na Califórnia, já que a região de Los Angeles tem sido atingida por incêndios de proporções catastróficas.

 
 
FonteNME
Compartilhar