Kanye West em 2009
Foto de Kanye West via Shutterstock
 

Hoje pela manhã o site TMZ publicou uma notícia assustadora envolvendo Kanye West e Nicki Minaj.

Os dois iriam gravar um clipe ontem à noite (08) junto com Tekashi69, de uma colaboração entre os três que estará no novo disco do cara.

Acontece que de acordo com o site, houve um tiroteio na mansão de 80 milhões de dólares em Beverly Hills que foi alugada para as gravações e, obviamente, o trabalho foi interrompido.

Ainda não se sabe quem foi o autor dos disparos, mas a informação é de que Kanye já estaria no local e Nicki ainda não havia chegado. Além disso, a suspeita principal é de que uma pessoa passou pelo local de carro e disparou contra a mansão, atingindo a casa pelo menos oito vezes.

Como tudo aponta para alguém que conhecia a agenda do polêmico Tekashi69, os assessores do rapper disseram que a gravação do clipe está interrompida por tempo indeterminado.

Tiros na gravação de clipe do Tekashi69
Fonte: TMZ

Kanye West

Em uma declaração no Twitter há poucos minutos, Kanye disse que “agradece por todas as orações” e que sua família está “segura e próxima”.

 

Tekashi69

O rapper de 22 anos de idade, nascido Daniel Hernandez e também conhecido como 6ix9ine, tem sérios problemas com a justiça, principalmente relacionados a um caso de 2015 quando se relacionou sexualmente com uma adolescente de 13 anos de idade e publicou vídeos do encontro.

Em Julho desse ano ele voltou a ser acusado, agora de outro crime em Janeiro, quando teria agredido um jovem de 16 anos.

Também em 2018 ele se envolveu em diversas brigas com outros rappers e no dia 22 de Julho foi sequestrado, espancado e assaltado por três pessoas no Brooklyn, em Nova York.

Tekashi69 foi condenado a quatro anos de liberdade condicional em um julgamento onde poderia ter sido mandado para a prisão por três anos.