Bon Jovi e Kim Kardashian
Fotos: Reprodução / Shutterstock
 

Jon Bon Jovi, líder do Bon Jovi, deu uma entrevista para o programa The Sunday Project, da Austrália, e não poupou celebridades como Kim Kardashian.

Por lá, ele disse que ela gravou uma fita pornô e ficou famosa, sendo hoje uma das celebridades mais conhecidas do planeta, tanto por conta da atenção que a sua vida recebe em reality shows como por conta do relacionamento com o rapper Kanye West, com quem é casada desde 2014.

Ao falar sobre o assunto, Jon Bon Jovi explicou a sua opinião:

Eu acho terrível que a gente viva nesse mundo. Eu posso te dizer que nunca dei nem 60 segundos da minha vida para cada um desses Housewives of Blah Blah [fazendo referência ao reality show The Real Housewives, que se desdobrou em várias franquias] e Kardashians [fazendo referência ao reality show Keeping Up With The Kardashians].

Eu não sei os nomes delas, nunca assisti a 60 segundos do programa, não é pra mim.

O que estará em sua autobiografia? Eu fiz um filme pornô e adivinhe só, fiquei famosa? Foda-se, eu passo.

Vá escrever um livro, pintar um quadro, atuar, estudar, cantar, tocar, compor. A fama é efeito colateral de compor uma grande canção.

Kim Kardashian

Uma das celebridades mais conhecidas dos Estados Unidos começou a ganhar fama quando tornou-se amiga de outra jovem norte-americana que também ganhou notoriedade por conta de uma sex tape, a milionária Paris Hilton.

Em 2007 uma fita de Kim transando com seu então namorado, o cantor Ray J, vazou e acabou catapultando seu nome para os programas e sites de fofoca no mundo todo. No mesmo ano estreou o reality show “Keeping Up With The Kardashians”, no canal E!, onde as pessoas acompanham a vida de Kim e suas irmãs, Kourtney e Khloé, além das meias irmãs Kendall e Kylie Jenner.

Kim tem 38 anos de idade e hoje é dona de uma imensa fortuna por conta de uma série de produtos e investimentos que fez após a fama. Ela é filha de Robert Kardashian, advogado que tornou-se famoso ao defender o jogador de futebol americano O.J. Simpson, que foi inocentando de um caso onde todas as provas apontavam para que ele tivesse assassinado sua esposa.

LEIA TAMBÉM: O Jon Bon Jovi escreveu um atestado para justificar falta de sua banda de abertura à aula